Abin nega ter dado informações sobre “guerra química” a Bolsonaro

Publicidade
abinAgência Brasileira de InteligênciaAlexandre RamagemChinaCongresso em Fococoronavíruscovid-19CPI da covidguerra químicaJair BolsonarolaboratórioOMSpandemiaTasso Jereissativírus
Comentários (0)
Comentar