Colunistas

Fondue é uma boa pedida para o frio de julho

Estamos no auge do inverno em Brasília. Além de tirar nossos agasalhos do armário, é época de provar pratos quentinhos, que ajudem a aquecer nesses dias e noites de baixas temperaturas. Todos pensamos em comidas típicas de inverno, e uma ...

Estamos no auge do inverno em Brasília. Além de tirar nossos agasalhos do armário, é época de provar pratos quentinhos, que ajudem a aquecer nesses dias e noites de baixas temperaturas. Todos pensamos em comidas típicas de inverno, e uma das mais requisitadas é o fondue, receita de origem suíça.

O fondue de queijo é preparado com queijos aquecidos num rechaud, onde espetamos pedaços de pão, batatas ou legumes cozidos. Há variações de fondues e de guarnições, de acordo com a preferência do paladar.

O fondue de queijo é feito com o Gruyère e Emmental, que são fundidos com vinho. Com um garfo comprido, espetamos os acompanhamentos e deixamos mergulhar no queijo derretido por uns segundos. O indicado é harmonizar com um vinho branco seco. Se for um queijo de sabor mais forte, pode acompanhar com um tinto Pinot Noir ou Merlot.

Há também o fondue de carne, mais ligth, onde se espeta cubinhos de carne num caldo de carne refogado com ervas, cebola e alho. À parte, colocamos vários molhinhos feitos à base de maionese, barbecue, catchup, mostarda e chutney de frutas. O vinho é tinto. Pode ser das uvas Cabernet Sauvignon, Merlot Shiraz ou Malbec. A dica é: quanto mais gordurosa a carne, mais robusto o vinho.

Mas é o fondue de chocolate que nos faz salivar. Mergulhamos cubinhos de frutas variadas (ou bolo, ou outra guarnição de sua escolha) num molho de chocolate quentinho. Nos sites, as receitas costumam vir acompanhadas de comentários do tipo “a melhor pedida no friozinho”. E é mesmo uma delícia!

Reprodução

Entre as comidas típicas de inverno, lembra Miriam, “uma das mais requisitadas é o fondue, receita de origem suíça”

Dica da coluna: na hora de consumir, desfrute e deguste, melhor não pensar nas calorias… rs rs (veja aqui a receita do fondue). Um vinho do Porto é uma boa opção para acompanhar.

Há outro prato que é muito requisitado no frio, a raclete de queijos, também de origem suíça. Derivado do francês racler (raspar), é feito com raspas de queijo derretido em cima de batatas assadas ou cozidas, quentinhas. É preparado na racleteira, aparelho elétrico para a preparação do prato, típico suíço. A receita original é com o queijo raclete, que derrete bem com o calor, mas pode ser feita com emental ou gruyére, os mesmos do fondue.

Na parte de cima da racleteira há uma chapa para se grelhar as batatas e acompanhamentos como bacon, iscas de filé mignon, ou outro de sua preferência. Na parte de baixo, os queijos, que devem estar fatiados. É muito gostoso e ótimo para reunião com amigos em dias mais friozinhos como os atuais.

Se você prefere degustar o fondue em restaurantes, aqui vão alguns endereços:

Chez Fondue (CLS 407), La Bonne Fondue (Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2), Cantina Don Fondue (109 Norte)

Confira aqui a receita do fondue de chocolate: http://www.tudogostoso.com.br/receita/13205-fondue-de-chocolate.html

Mais sobre gastronomia

Continuar lendo

Sobre o autor

Miriam Moura

Miriam Moura

Miriam Moura é jornalista, com larga experiência na cobertura política em Brasília. Trabalhou em jornais como O Globo, O Estado de S. Paulo e foi assessora de Comunicação em tribunais superiores, como STJ, TST e CJF. É diretora de Consultoria e Treinamentos na Oficina da Palavra e In Press Oficina.

Outros textos de Miriam Moura.

Curtir Congresso em Foco no Twitter e Facebook:




Publicidade Publicidade