Atitude, uma pequena coisa que fará grande diferença em 2016

“Determinante para o sucesso e o crescimento na carreira é a vocação, que significa escolha, inclinação, predestinação… A escolha certa gerará prazer, autorrealização, adaptação, satisfação pessoal, felicidade e, é claro, sucesso profissional”

Entramos pra valer em 2016, depois da festa de virada do ano. E eis que tudo voltou ao normal. Acordamos em 1º de janeiro ainda com a ressaca da véspera turvando os pensamentos e tentando nos levar para a cama de novo, mas, enfim, em algum momento conseguimos reagir e nos preparar para recomeçar a rotina de trabalho ou a de estudos, ou ambas, para um grande número de pessoas – e bota grande nisso! –, sobretudo os que buscam a estabilidade financeira. Eu já passei por isso, sei como é difícil, mas tem de ser feito. Então, “bola pra frente, porque atrás vem gente”, como diz o ditado.

Quero chamar a atenção para a importância que tem uma escolha meticulosa da carreira no serviço público. Analise bem as opções e escolha uma que tenha a ver com a sua personalidade, com o seu interesse cultural, com o seu gosto pelo trabalho. Se possível, até mesmo com a sua vocação. Um dos maiores erros dos candidatos às vagas no serviço público é levar em conta exclusivamente a estabilidade financeira e os valores da remuneração. Concurseiro, lembre-se: determinante para o sucesso e o crescimento na carreira é a vocação, que significa escolha, inclinação, predestinação… A escolha certa gerará prazer, autorrealização, adaptação, satisfação pessoal, felicidade e, é claro, sucesso profissional. Além disso, evitará males como: frustrações, desinteresse, desmotivação, desespero, depressão, arrependimento, síndrome do pânico. Até os afastamentos do trabalho tendem a ser menores quando as atividades profissionais são prazerosas.

Não se esqueça de que um cargo público não é um empreguinho qualquer, mas, sim, uma decisão muitas vezes definitiva, para a vida toda. Feita sua escolha, prepare-se para o concurso com paixão e prazer. Seja curioso, cerque-se de pessoas positivas que agreguem valor a seu projeto de conquista de vida. E, quando aprovado, leve para o serviço público talento, energia, vigor, ideias, paixão e uma enorme vontade de servir Sua Excelência o cidadão-cliente, patrão e pagador do seu salário. É questão de atitude, “uma pequena coisa que faz grande diferença”, como dizia Winston Churchill. Se você errar, certamente será um mau funcionário e uma pessoa infeliz para o resto da vida. Por outro lado, se acertar, poderá desfrutar de todas as vantagens e garantias oferecidas já em 2016 pelo seu feliz cargo novo!

Mais sobre concursos

Continuar lendo
Publicidade Publicidade