Valdir Raupp (PMDB-RO)

Réu em quatro ações penais (358, 383, 554 e 577), o presidente nacional do PMDB e ex-governador de Rondônia responde por peculato, crimes eleitorais e contra o sistema financeiro. É acusado de ter alterado, por conta própria, o destino de recursos de um convênio de US$ 167 milhões firmado com o Banco Mundial entre 1997 e 1998. É ainda investigado em inquérito (2442) por crimes contra a administração.

Continuar lendo

Publicidade Publicidade