TCU: gasto com cargos de confiança supera R$ 3,4 bi por mês

Divulgação

Relatório do TCU aponta que gastos da administração pública federal com cargos comissionados ultrapassa R$ 3,4 bi por mês

Relatório divulgado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) aponta que os gastos da administração pública federal, que inclui os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, chega a R$ 3,47 bilhões por mês. O cálculo foi feito a partir dos custos com funcionários em cargos de confiança e comissionados.

O levantamento, divulgado pelo jornal O Globo na manhã desta sexta-feira (27), mostra que o valor representa 35% da folha de pagamento do funcionalismo público da esfera federal (R$ 9,6 bilhões por mês), e detalha os gastos com esse tipo de funcionário em 278 órgãos federais. Em pelo menos 65 deles, o número de cargos de confiança e comissão passa de 50% do total de empregados.

A partir do documento elaborado pela Secretaria de Fiscalização de Pessoal (Sefip) do TCU, é possível avaliar que os maiores percentuais de gastos com esses cargos são do Legislativo (60,9%) e do Judiciário (56,9%). Também é possível contabilizar que dos 346 mil comissionados nos três poderes, cerca de 30 mil estão filiados a partidos políticos.

De acordo com o relatório, as legendas que mais ocupam esses cargos são PT (13,6% do total), PMDB (10,9%), PSDB (9,6%) e PDT (6,5%). A Fundação Cultural Palmares, o Ministério do Desenvolvimento Agrário e o Senado são os órgãos que apresentam os maiores percentuais de servidores comissionados filiados a partidos.

Mais sobre gestão pública

Mais sobre economia brasileira

Leia a íntegra da matéria divulgada pelo O Globo

Continuar lendo

Publicidade Publicidade