Senadores têm mais de 1,2 mil faltas; veja lista

Jonas Pereira/Ag. Senado

Senado lotado: imagem da posse em fevereiro de 2015

Luma Poletti e Rodrigo Vasconcelos

Os senadores acumularam 1.236 faltas entre fevereiro e dezembro de 2015. Do total, 86% foram perdoadas pelo Senado devido à apresentação de justificativas. Ou seja, nesses casos, os parlamentares não tiveram desconto no salário e ainda se livraram do risco de perder o mandato. Pela Constituição, quem falta a mais de um terço das sessões destinadas a votação sem justificar está sujeito a ser cassado.

Em 2015, dois senadores atingiram o limite constitucional de faltas que implica a perda de mandato: Magno Malta (PR-ES) e Zezé Perrella. Mas, com as justificativas genéricas, eles não correm risco de perder o mandato. Apenas dois senadores registraram presença em todas as 127 sessões reservada a votação em 2015: Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e Romário (PSB-RJ).

A grande maioria das faltas foi atribuída a “atividades parlamentares”, que podem ser desde compromissos externos ligados a comissões até a participação em atos políticos, como inauguração de obras em seus estados. Em vários desses casos, os senadores sequer especificam o que estavam fazendo fora do Senado. Levantamento exclusivo feito pela Revista Congresso em Foco revela que três de cada quatro senadores usaram esse tipo de explicação para suas ausências em 2015. Das 1.072 ausências justificadas, 820 (76%) foram atribuídas a atividades parlamentares.

Além das atividades parlamentares genéricas, os senadores podem usar como justificativa a participação em discussões ou eventos em que representam o Senado, as chamadas missões oficiais, e licenças médicas. O número de ausências justificadas quase dobrou do primeiro ano da legislatura passada para esta. Em 2011, 669 faltas foram abonadas, ou seja, autorizadas pela Mesa Diretora ou pelo Plenário.

Veja, a seguir, o levantamento exclusivo da Revista Congresso em Foco sobre a assiduidade dos senadores em 2015. Lista por ordem decrescente de ausências totais (justificadas mais injustificadas):

Senador Partido UF Sessões Presenças Ausências justificadas Faltas injustificadas Ausências totais
Magno Malta PR ES 127 78 46 3 49
Zezé Perrella PDT MG 127 79 48 0 48
José Maranhão PMDB PB 127 86 39 2 41
Gladson Camelli PP AC 127 91 36 0 36
Douglas Cintra PTB PE 127 95 23 9 32
Paulo Bauer PSDB SC 127 98 29 0 29
Roberto Rocha PSB MA 127 98 27 2 29
Garibaldi Alves PMDB RN 127 100 24 3 27
Ivo Cassol PP RO 127 100 23 4 27
Omar Aziz PSD AM 127 100 27 0 27
Maria do Carmo Alves DEM SE 127 101 25 1 26
Cristovam Buarque PDT DF 127 102 23 2 25
Jader Barbalho PMDB PA 106 81 11 14 25
Jorge Viana PT AC 127 102 20 5 25
Lídice da Mata PSB BA 127 102 25 0 25
Sérgio Petecão PSD AC 127 102 25 0 25
Ciro Nogueira PP PI 127 106 17 4 21
Renan Calheiros PMDB AL 127 106 12 9 21
Roberto Requião PMDB PR 127 106 18 3 21
Humberto Costa PT PE 127 107 17 3 20
Luiz Henrique PMDB SC 38 18 19 1 20
Marcelo Crivella PRB RJ 127 107 20 0 20
Antonio Anastasia PSDB MG 127 108 18 1 19
Antonio Carlos Valadares PSB SE 127 109 15 3 18
Fátima Bezerra PT RN 127 109 9 9 18
Ricardo Ferraço PMDB ES 127 109 18 0 18
Fernando Collor PTB AL 127 110 17 0 17
Gleisi Hoffmann PT PR 127 110 15 2 17
Alvaro Dias PV PR 127 111 12 4 16
Sandra Braga PMDB AM 127 111 14 2 16
Acir Gurgacz PDT RO 127 112 12 3 15
Ana Amélia PP RS 127 112 15 0 15
José Medeiros PPS MT 127 112 15 0 15
Romero Jucá PMDB RR 127 112 7 8 15
Rose de Freitas PMDB ES 127 112 7 8 15
Tasso Jereissati PSDB CE 127 112 15 0 15
Wilder Morais DEM GO 127 112 15 0 15
Fernando Bezerra Coelho PSB PE 127 113 14 0 14
João Alberto Souza PMDB MA 127 113 14 0 14
João Capiberibe PSB AP 127 113 8 6 14
Valdir Raupp PMDB RO 127 113 14 0 14
Wellington Fagundes PR MT 127 113 14 0 14
Aécio Neves PSDB MG 127 114 13 0 13
Lindbergh Farias PT RJ 127 114 7 6 13
Aloysio Nunes Ferreira PSDB SP 127 115 12 0 12
Ataídes Oliveira PSDB TO 127 115 11 1 12
Benedito de Lira PP AL 127 115 11 1 12
Marta Suplicy PMDB SP 127 115 12 0 12
Ronaldo Caiado DEM GO 127 115 10 2 12
Davi Alcolumbre DEM AP 127 116 1 10 11
Delcídio do Amaral PT MS 127 116 11 0 11
Edison Lobão PMDB MA 127 117 9 1 10
Eduardo Amorin PSC SE 127 117 7 3 10
Lasier Martins PDT RS 127 117 10 0 10
Vanessa Grazziotin PCdoB AM 127 117 10 0 10
Walter Pinheiro PT BA 127 113 9 0 9
Blairo Maggi PMDB MT 127 118 9 0 9
Donizeti Nogueira PT TO 127 118 9 0 9
José Serra PSDB SP 127 118 9 0 9
Otto Alencar PSD BA 127 118 9 0 9
Paulo Paim PT RS 127 118 8 1 9
Angela Portela PT RR 127 119 7 1 8
Dalirio Beber PSDB SC 88 80 4 4 8
Fernando Ribeiro PMDB PA 21 13 7 1 8
Hélio José PMB DF 127 119 6 2 8
Cássio Cunha Lima PSDB PB 127 120 6 1 7
Elmano Férrer PTB PI 127 121 5 1 6
Raimundo Lira PMDB PB 127 121 5 1 6
Telmário Mota PDT RR 127 121 6 0 6
Vicentinho Alves SDD TO 127 121 4 2 6
José Agripino DEM RN 127 122 4 1 5
Lúcia Vânia PSDB GO 127 123 4 0 4
Paulo Rocha PT PA 127 123 2 2 4
Regina de Sousa PT PI 127 123 2 2 4
Dário Berger PMDB SC 127 124 2 1 3
José Pimentel PT CE 127 124 0 3 3
Eunício Oliveira PMDB CE 127 125 2 0 2
Randolfe Rodrigues Rede AP 127 125 1 1 2
Ricardo Franco DEM SE 15 13 1 1 2
Simone Tebet PMDB MS 127 125 2 0 2
Reguffe PDT DF 127 126 1 0 1
Waldemir Moka PMDB MS 127 126 0 1 1
Flexa Ribeiro PSDB PA 127 127 0 0 0
Romário PSB RJ 127 127 0 0 0
9.065 1.072 164 1.236


* O senador se ausentou por problemas de saúde

** O senador faleceu, vítima de um infarto, em 10 de maio.

Mais sobre assiduidade

Leia mais na Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Publicidade Publicidade