Maia anuncia para 2 de agosto votação da denúncia contra Temer em plenário

Antonio Augusto/Câmara dos Deputados

Aliado de Temer, Maia poderá ocupar o lugar do peemedebista caso a denúncia seja aceita

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, anunciou que a votação do parecer contrário ao prosseguimento da denúncia contra Michel Temer ocorrerá no próximo dia 2 de agosto, após o recesso parlamentar. De acordo com ele, a decisão foi tomada após um acordo feito com as lideranças do governo e da oposição, logo depois de ter sido aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) o relatório que recomenda o arquivamento da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva.

Estratégia de Temer fracassa e Câmara deve votar só em agosto abertura de investigação

O entendimento das lideranças, segundo Maia, é que nao haveria quórum para que a votação fosse aberta nesta sexta (14) e nem na próxima segunda-feira (17), quando se inicia o recesso. “Eu estava disposto a votar na segunda, mas os líderes da oposição e do governo optaram pelo dia 2 de agosto”, disse.

Maia explicou ainda que, antes da votação, deverão ser dados 25 minutos para que o relator do parecer e a defesa do presidente exponham seus argumentos novamente.

Leia também:

Após liberar emendas e trocar deputados, governo consegue rejeitar parecer para investigar Temer

Veja quais são os deputados que barraram a denúncia contra Temer na CCJ da Câmara

Continuar lendo

Publicidade Publicidade