Quarta, 29 de Março de 2017

José Mentor (PT-SP)

O que há contra o deputado no Supremo

O doleiro Youssef, personagem central da Lava Jato, citou o nome do deputado petista em delação premiada. Em razão de suposto envolvimento com o esquema de corrupção da Petrobras, Mentor responde ao Inquérito 3995 por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Segundo o doleiro, o petista recebeu R$ 380 mil a mando do ex-deputado André Vargas (ex-PT-PR). “Não tenho qualquer ligação com a Petrobras. Prestarei os esclarecimentos necessários quando for convocado”, disse.

Veja a íntegra da nota:

“Recebi estarrecido a notícia sobre a inclusão de meu nome na lista de investigação da Petrobras, já que não tenho qualquer ligação e repudio com veemência quaisquer tentativas de me ligarem com o objeto dessas investigações.

Sobre as notícias veiculadas vou procurar com toda a tranquilidade conhecer o que a mim é atribuído e, posteriormente, prestarei os esclarecimentos necessários.

José Mentor”

Mais sobre processos

Continuar lendo

Curtir Congresso em Foco no Twitter e Facebook:

comments powered by Disqus
Publicidade Publicidade