Huck diz ao TSE que não será candidato, mas conversa com FHC

A defesa do apresentador alega que sua ida ao Domingão foi “produção de entretenimento” e que os rumos do país, tema de parte da entrevista, são preocupações de todo brasileiro

 

O apresentador Luciano Huck negou, em resposta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que seja pré-candidato à Presidência. A declaração foi dada por escrito após questionamento apresentado à Justiça eleitoral por parlamentares do PT sobre a participação dele no programa Domingão do Faustão.

“Luciano Huck em instante algum apresentou-se como candidato, não pediu voto a quem quer que seja e reitera, como dito anteriormente, que não será candidato no pleito de 2018”, escreveram seus defensores. A informação é da coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

A defesa do apresentador alega que sua ida ao Domingão foi “produção de entretenimento” e que os rumos do país, tema de parte da entrevista, são preocupações de todo brasileiro. “Falar de política não pode ser um monopólio de políticos”, dizem.

Apesar das negativas, o nome dele continua em alta nos bastidores para a sucessão presidencial. Segundo a Folha, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso conversou com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre a viabilidade da candidatura de Huck. O tucano deve se encontrar com o apresentador nesta quinta, de acordo com o colunista Merval Pereira, do Globo. O nome dele é cogitado como opção caso Geraldo Alckmin não decole nas pesquisas.

Continuar lendo

Publicidade Publicidade