Opinião

“The Mona Lisa”

Liderança Guarani Kaiowá apresenta denúncias na ONU

Continue lendo...
lalalala

Prioridade cega – a “cibercriminalidade” invisível para a Justiça

“The Mona Lisa”

O inegociável – democracia em tempos de orfandade social e crise de representação

trump580

O que fazer antes de encarar um discurso?

relogio

Tempo para questionar esta internet

camara legislativa df

A estática e a estética CLDF

"O tal 'fato novo' da vez, e que pode realmente mudar o jogo contra Temer no Congresso, é uma eventual delação do ex-ministro Geddel Vieira Lima"

Nova denúncia chega mais fraca à Câmara; Geddel pode mudar jogo

liberalismo

É preciso falar de liberalismo

governoeletronico

As mentiras que contam sobre os servidores públicos

carne

Quando a carne não vem no ponto que pediu

lalalala

Da ficção ao ladrão

Cientista social aponta conexões entre o interesse da bancada evangélica no projeto da "cura gay" e as compras de clínicas de reabilitação pelo pastor Silas Malafaia

Siga o dinheiro – o que está por trás da “cura gay”

transexual jesus divulgacao

Santander, caso Lüth e Jesus Cristo: a arte de atacar democraticamente

"No atual sistema socioeducativo, os adolescentes infratores já são privados de sua liberdade"

Redução da maioridade penal não é solução

“The Mona Lisa”

Justiça cega, amor cego – quando a doença é de quem julga

“The Mona Lisa”

A nova narrativa do governo para aprovar a reforma da Previdência

lalalala

Organizações criminosas e o marketing de cada uma delas

“The Mona Lisa”

Pimenta no olho do outro é refresco – o que Moro e Lula têm em comum

"Não bastasse essa interferência no financiamento de campanha, quadrilhas organizadas público-privadas passaram a assaltar os cofres públicos em criminosos contratos de obras"

Democracia, reforma e revolução sobre os rumos da nação

"A cegueira ideológica é uma praga que não pára de crescer"

O pior cego é o cego ideológico

“Enquanto houver bambu, lá vai flecha!”, disse Janot sobre seus últimos dias de gestão na PGR

Sobre bambus e flechas: a despedida de Janot

"Fico um tanto aflito ao ver nos aeroportos, restaurantes ou mesmo na rua, as pessoas hipnotizadas por seus smartphones, plugadas todo o tempo"

Conexões e desconexões na democracia plugada

Somos, a cada dia mais, "cidadãos do mundo"!

Seu controlador – Somos cidadãos do mundo

"A estratégia de dependência dos partidos do “centro” somada à postura autoritária de Dilma Roussef e à composição conservadora do seu ministério só alimentaram o monstro"

Se a política cede espaço ao submundo, por que esperar o oposto de um banco?

bone580

Boa gestão de crise na passagem do Irma salvou vidas na Flórida

Publicidade Publicidade