Lula quer Recife como primeira viagem após sair da prisão

A primeira viagem política que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve participar após ter saído da prisão em Curitiba “provavelmente será em Recife”, disse ao Congresso em Foco o deputado e ex-líder do governo de Dilma Rousseff na Câmara José Guimarães (PT-CE).

> Juiz que liberou Lula pede reforço de segurança para o petista. Veja a íntegra da decisão

De acordo com o deputado, que hoje é vice-líder da minoria, a viagem deve acontecer ainda no mês de novembro e antes do Congresso Nacional do PT, marcado para os dias 22, 23 e 24 em São Paulo, quando Gleisi Hoffmann deve ser reeleita presidente do partido.

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), também confirmou ao site a intenção do presidente e afirmou que ele quer participar do evento Lula Livre nos dias 16 e 17. O ato já estava programado antes do ex-presidente sair da prisão e conta com atrações como os cantores Marcelo Jeneci, Odair José e Mundo Livre SA.

Dias e Guimarães estiveram em São Bernardo do Campo (SP) no sábado (9) para acompanhar o discurso de Lula na sede do sindicato dos metalúrgicos do ABC Paulista.

O governador do Piauí declarou que o ex-presidente quer focar em construir um projeto alternativo ao do governo federal comandado por Jair Bolsonaro. Segundo Dias, os focos nos quais Lula quer trabalhar são o combate à precarização do emprego, a segurança pública, o meio ambiente e as relações internacionais.

“Ele está preocupado especialmente com a democracia e a volta do crescimento da miséria e da pobreza no Brasil e por isto, creio que a agenda em regiões como o Nordeste tem este tema no centro”, disse o governador.

Além do evento marcado para os dias 17 e 18, o vereador e ex-prefeito do Recife João da Costa (PT) tenta aprovar na Câmara Municipal da cidade um título de cidadão para Lula. O ex-presidente da República nasceu na cidade pernambucana de Caetés, distante cerca de 250 quilômetros da capital do estado.

Lula ficou preso por 580 dias na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Após ser solto no último sábado (8), beneficiado por decisão do Supremo Tribunal Federal que proibiu prisão em segunda instância, o petista foi à São Bernardo do Campo (SP), onde mantém residência atualmente.

> Jair Bolsonaro diz que Lula está livre momentaneamente, mas com culpa

Campanha do Congresso em Foco no Catarse
Jair BolsonaroLulaPSLPTrecife