Deputado assiste a vídeo pornô durante votação da reforma política

Flagrado pelo SBT, catarinense João Rodrigues afirma que recebeu a gravação de amigos pelo celular. "Sou um sujeito bem encaminhado. Minha mulher conhece esse grupo do WhatsApp, onde mandam muita bobagem", declarou

O deputado federal João Rodrigues (PSD-SC) foi flagrado assistindo a um vídeo pornô no celular na sessão plenária de ontem (27). As imagens do SBT mostram o parlamentar, acompanhado de outros colegas, vendo a gravação enquanto um convite para a Santa Missa na CNBB estava em sua mesa.

Na quarta-feira, os deputados aprovaram a inclusão, na Constituição, do financiamento de empresas para partidos políticos. João alega que recebeu o vídeo em um grupo do WhatsApp. "Quando abri o aplicativo, realmente tinham postado uma imagem imprópria. Cutuquei o deputado do lado e mostrei para ele: 'Olha que merda me mandaram'. Ele olhou, riu e eu apaguei", declarou o congressista ao jornal Folha de São Paulo. Confira o flagra:

O deputado disse que acessa diversas informações no plenário ligadas aos projetos discutidos na Câmara. "Quando abre o WhatsApp você não sabe o que está sendo postado, o WhatsApp não avisa o que é", afirma. João admite que o fato gera constrangimento a ele e a sua família, e que por isso, pretende tomar providências jurídicas. "Violaram um equipamento privado. Eu não recebo imagem pornográfica e guardo".

O parlamentar informou que é casado e tem duas filhas. "Sou um sujeito bem encaminhado. Minha mulher conhece esse grupo do WhatsApp, onde mandam muita bobagem". João Rodrigues foi prefeito das cidades catarinenses Chapecó e Pinhalzinho. Ele está em seu segundo mandato como deputado federal.

Mais sobre reforma política

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!