Novo chefe da Receita é elogiado por autor de reforma tributária no Senado

O economista e ex-deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) elogiou a escolha de José Barroso Tostes Neto para comandar a Receita Federal. O governo decidiu nesta sexta-feira (20) o substituto de Marcos Cintra.

“Excelente, não poderia ter sido melhor. Foi Secretário da Fazenda [do Pará] muito bem sucedido e é oriundo da Receita Federal”, disse ao Congresso em Foco.

Hauly é autor da proposta de reforma tributária em tramitação no Senado. O relatório do senador Roberto Rocha baseado no texto de Hauly deve ser votado no dia 2 de outubro na Comissão de Constituição e Justiça.

Cintra foi demitido do comando da Receita no dia 11 de setembro, um dia após anunciar detalhes sobre proposta de tributação sobre movimentações financeiras, nos mesmos moldes que o extinto tributo Contribuição Provisória Sobre Movimentações Financeiras (CPMF).

No mesmo dia, o governo federal afirmou que a recriação do CPMF não é algo que será posto em prática.

Entre a demissão de Cintra e a escolha de Tostes, quem esteve à frente da Receita de modo interino foi o auditor fiscal José de Assis Ferraz Neto.

>“Nova CPMF” cria crise entre Guedes e líderes governistas

Jair BolsonaroJosé Carlos Tostes Netoluiz carlos haulyMarcos CintraPaulo GuedesPSDBReceita Federal