Imagens exclusivas da embaixada da Venezuela durante os confrontos

No primeiro dia de reunião dos Brics, Brasília amanheceu com um impasse diplomático para resolver, e dos grandes. Homens e mulheres favoráveis ao autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, adentraram a embaixada do país no Brasil. Eles alegam que o portão da embaixada estava aberto. Já o porteiro do local, que não quis ser identificado, afirmou que eles abriram o portão com um controle remoto. Três carros entraram e, segundo o porteiro, dois homens desceram, o renderam, sem armas, e o obrigaram a ficar na portaria sem se comunicar com ninguém.

> Embaixada da Venezuela em Brasília é tomada por apoiadores de Guaidó

A trama por si só já era um grande problema a ser resolvido pelo Itamaraty, afinal, garantir a inviabilidade dos corpos diplomáticos é de responsabilidade do país que recebe tais corpos. Mas tomou ares ainda mais dramáticos quando, por volta das 6h30, deputados brasileiros e militantes defensores do presidente Nicolás Maduro começaram a entrar na embaixada para expulsar aqueles a quem eles chamaram de invasores golpistas.

Foto do autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, rasgada pela ala fiel ao presidente Nicolás Maduro, dentro da embaixada do país no Brasil [Foto Erick Mota]
Logo no primeiro momento houve confronto, um homem foi expulso do local, o Congresso em Foco falou com ele e a entrevista você confere no vídeo no fim da matéria. Os demais, cerca de 12 homens que, segundo os parlamentares e militantes, eram brasileiros, bolivianos e venezuelanos, continuaram no terreno da embaixada. Três mulheres da ala pró-Guaidó foram as únicas que permaneceram, por boa parte do dia, dentro do prédio da sede principal da embaixada. Uma delas chegou a passar mal e foi atendida por socorristas.

Do lado de fora, há poucos quilômetros dali, o Gabinete de Segurança Internacional (GSI) brasileiro emitia um comunicado repudiando aquilo que chamou de invasão da ala favorável a Guaidó. Mas a resposta veio somente depois de toda repercussão negativa da fala do filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que afirmou que o ocorrido teria sido bom, pois Guaidó, relembrou o deputado, é o presidente venezuelano reconhecido pelo governo brasileiro.

O Congresso em Foco esteve presente durante toda a quarta (13) e, além de mostrar as principais entrevistas coletivas, traz pra você entrevistas exclusivas, detalhes de bastidores de tudo que aconteceu. O que motivou a briga e a intervenção da polícia durante a tarde. A reportagem entrou na embaixada e mostrou onde cada um ficou por lá. O que aconteceu enquanto os manifestantes gritavam palavras de ordem do lado de fora. Imagens internas da embaixada que mostram o exato momento que uma manifestante pró-Guaidó passa mal. O que disse o encarregado de negócios da Venezuela no Brasil, Freddy Menegotti, aos seus apoiadores dentro da embaixada após a saída da ala pró-Guaidó.

Assista ao vídeo completo:

Embaixada da Venezuela - 13/11/2019 | pró-Guaidó x pró-Maduro [Bastidores]

> Vídeo: tumulto na embaixada da Venezuela em Brasília

Campanha do Congresso em Foco no Catarse

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!