Filhos e advogados plantaram armadilha contra Bolsonaro, diz Major Olimpio

Em vídeo publicado em sua conta no Twitter, o líder do PSL no Senado, Major Olimpio (SP), afirmou que mantém o apoio ao presidente e disse que os filhos de Jair Bolsonaro fizeram uma armadilha contra o mandatário, junto com advogados. "Nós somos contrários a uma armadilha que foi colocada contra o presidente por filhos, por advogados inescrupulosos. E isso nós não vamos concordar de forma alguma", disse.

> Olimpio sugere embaixada aos filhos de Bolsonaro para presidente ter "sossego"

Na publicação, o líder da legenda afirmou que não faz oposição ao presidente. "De toda essa crise dentro do PSL, uma coisa precisa ficar muito bem clara. Eu não sou contra o presidente Bolsonaro, não sou inimigo do presidente Bolsonaro", iniciou Major Olimpio.

"Aliás, é muito fácil constatar que no Senado quem mais defende o presidente Bolsonaro e o governo Bolsonaro sou seu. E faço isso por convicção e vou continuar a fazer", disse.

Na sequencia ele disparou contra os filhos do presidente e os advogados que o cercam. "Temos nesse momento uma crise instalada e que ninguém no PSL está contra o presidente", frisou Major. "Nós nos posicionamos contrários a uma armadilha que foi colocada contra o presidente por filhos, por advogados inescrupulosos. E isso nós não vamos concordar de forma nenhuma", disse.

> Joice diz que Eduardo usa robô e dispara: "Eu não tenho medo de você, moleque"

A fala do líder no Senado veio após uma semana de intensa crise no partido do presidente da República. Entre troca de farpas, ameaças de suspensões e acusações públicas, Olimpio tem sido, junto com outros filiados da legenda, atacado nas redes sociais por bolsonaristas. Os perfis digitais acusam Major e outros parlamentares que não concordaram com a tentativa de Jair Bolsonaro de derrubar o líder da legenda na Câmara para colocar no lugar  o filho, Eduardo Bolsonaro (SP).

Ainda ontem, o filho do presidente que tentou, sem sucesso, derrubar o atual líder da legenda na Câmara, fez uma live para defender a ala que quer promover a mudança na sigla. Eduardo afirmou que não queria ser líder, mas que aliados insistiram muito para convencer a ele e ao pai.

> "Nem com a ajuda do pai conseguiu a maioria", diz Joice sobre Eduardo

Numa tentativa de mostrar que Jair Bolsonaro é um grande político, Eduardo relembrou da trajetória do ex-deputado. Segundo o filho, em 30 anos de vida pública, Bolsonaro "nunca teve a relatoria de algum projeto importante", e não foi "sequer suplente da CCJ [Comissão de Constituição e Justiça]".

"Eu vi o presidente da República ser eleito sem nunca ter sido líder, vice-líder, presidente de comissão ou a relatoria de algum projeto importante. Sequer suplente da CCJ. Não vai ser agora que a gente vai deixar esse tempo todo pra trás, deixar essa inspiração toda pra traz e passar a agir diferente", disse Eduardo para afirmar que Bolsonaro não mudou e segue sendo honesto.

> Bolsonaro não foi líder, relator, suplente da CCJ e se elegeu, diz Eduardo

> Marcado por Queiroz, Flávio submerge na articulação política

Catarse

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!