Congresso em Foco

Ministro tem ficado isolado em disputas políticas dentro do ministério[fotografo]Marcello Casal Jr./ABr[/fotografo]

Vélez exonera 10 servidores do MEC após confusão com edital

11.01.2019 13:32 6

Publicidade

6 respostas para “Vélez exonera 10 servidores do MEC após confusão com edital”

  1. O MINISTRO DA EDUCAÇÃO VELEZ RODRIGUES ESTÁ FAZENDO UMA LIMPEZA GERAL NO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA.
    Os ministros do presidente Jair Bolsonaro estão incomodando muitos os políticos corruptos. Agora estão pegando no pé do ministro da Educação, Velez Rodrigues, devido ele está fazendo uma limpeza geral no MEC. Ele está certo o MEC foi invadido durante os governos corruptos e degradantes do PT, será que já esqueceram do Kit Gay que tentaram colocar nas escolas públicas, por isso, o ministro da Educação está fazendo mais do certo em fazer essa limpeza no MEC, lá ainda está infiltrado de petistas que não tem nada haver com a educação, o pior devido isso, a nossa educação escolar quando comparada com as de outros países, mostra que teve um retrocesso.

  2. ALMANAKUT BRASIL disse:

    Para que serve o “C” do MEC, se tem o minC?

    Aliás, se má gestão desse cadeia, o BarbariHaddad já estava preso.

  3. Dila Costa disse:

    Esse ministro da Educação é uma afronta aos nossos profissionais da área. É como se Bolsonaro tivesse jogado na nossa cara que não existe nenhum brasileiro apto a cuidar da educação do nosso povo.

  4. Sérgio Salomon disse:

    ESTÁ CORRETISSÍMO=PARECE IRRESPONSABILIDADE OU MÁ FÉ DESTES FUNCIONÁRIOS DO FNDE. ELES AGIRAM DE MÁ FÉ E DESONESTIDADE.DEVE SER ABERTO SINDICÂNCIA E VERIFICAÇÃO DE RESPONSABILIDADE CIVIL POR MÁ FÉ CONTRA O SISTEMA EDUCAIONAL.

    • João Ostral disse:

      Assinar um “Aviso de Alteração” de Edital significa que quem assinou leu o texto do edital e emitiu um aviso para o gabinete. Quem assina o Edital e aprova o que está escrito, com ciência dos avisos é o ministro. A culpa é de quem avisou ou quem foi avisado e não levou em consideração o aviso?

      • João Ostral disse:

        Justamente o “Aviso de Alteração” é a prova que deveria ter sido escondida pelo ministro responsável pela educação. Significa que deveria estar ciente das alterações e ler o conteúdo do Edital antes de assinar. Ou alguém acha, por acaso, que o chefe de gabinete é quem aprova um edital?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via