Congresso em Foco

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O discurso do ódio em campanhas eleitorais… e Trump venceu!

08.07.2017 15:00 2

Publicidade

2 respostas para “O discurso do ódio em campanhas eleitorais… e Trump venceu!”

  1. FREDERICO HAUPT BESSIL disse:

    As mídias digitais universalizaram a comunicação social, possibilitando que discursos com ódio se multipliquem na internet, além de aumentar as violações à privacidade alheia. Nesse contexto, indaga-se: o discurso do ódio e as violações à intimidade das pessoas estão amparados pela livre manifestação do pensamento?

    No Estado democrático de direito é fundamental a liberdade de expressão e de informação, pois tais garantias contribuem para o exercício da cidadania. Nesse sentido, a Suprema Corte decidiu que os autores de biografias têm a prerrogativa de publicar suas obras, independentemente de autorização prévia. Ademais, a imprensa exerce um importante papel ao tornar públicos fatos que são de interesse geral, possibilitando uma maior fiscalização.

    Entretanto, a Constituição assegura a inviolabilidade da honra e da vida privada; e o Código Civil dispõe acerca da indenização por dano moral para as vítimas de calúnias e difamações. Ocorre que as mídias virtuais fizeram com as pessoas ficassem expostas a comentários ofensivos e investidas criminosas, merecendo a devida tutela jurisdicional a fim de coibir os abusos perpetrados.

    Não obstante, são constantes as postagens homofóbicas intolerantes, que estimulam a violência. Ocorre que, embora a liberdade de expressão seja um direito constitucional, encontra limites em outros preceitos, como a dignidade da pessoa humana. Assim, ninguém pode abusar de uma prerrogativa fazendo apologia à violência e ao crime.

    Evidencia-se, portanto, que a liberdade de expressão deve ser exercida de forma ética, repudiando-se, sob o império da lei, toda forma de discurso do ódio e as violações à intimidade alheia, com punições exemplares para quem não respeitar a dignidade dos outros seres humanos.

  2. Walldemar Sobrinho disse:

    Pensar com retidão de caráter e falar a verdade, nos dias de hoje, é discurso de ódio. É por conta dos aparelhos censores do Estado e das sociedades de esquerda que idiotas como Donald Trump ascendem. Quando “líderes” atribuem a crise econômica aos brancos de zóios azuis, a patuleia encastelada nas universidades (atualmente centros de formação de inúteis) bate palmas, mas não aceita o contraditório e rotula de discurso de ódio, pois que seja. Eu, particularmente, não me importo e estou preparado para ser acionado pelo Estado-esquerdo-vagabundo censor e seus aparelhos de repressão. Pagarei pela minha liberdade de pensar e falar o que achar que devo, independente do preço, mesmo que um vagabundo se sinta ofendido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via