Em tempo real, o uso de robôs no Twitter na eleição presidencial

A partir de agora você pode acompanhar em tempo real o provável uso de robôs (bots) no Twitter na campanha presidencial. O Trending Botics monitora a atividade dos bots envolvendo os candidatos a presidente. Por meio de uma plataforma online, os usuários podem comparar diariamente os temas políticos mais compartilhados por esses robôs, que fazem com que determinados assuntos alcancem um número cada vez maior de pessoas e ganhem relevância.

O projeto é uma iniciativa do Congresso em Foco em parceria com a FCB Brasil. A pesquisa não faz juízo de valor. O levantamento inclui tanto postagens favoráveis quanto contrárias em relação a cada candidato. Os robôs são capazes de fazer um tema se transformar em tendência, espalhar um boato e, inclusive, ser importante arma política. Em 2014 foi provado o uso de robôs para inflar assuntos nas eleições brasileiras, assim como nas últimas eleições americanas. A ideia do Trending Botics é mostrar se um determinado assunto ganhou importância por meio de bots.

Esses robôs se passam por usuários reais, que postam e interagem massivamente com os tuítes que lhes convêm, criando um engajamento artificial. Isso faz com que um determinado tema – muitas vezes apoiado por fake news – alcance um número cada vez maior de pessoas e ganhe relevância.

O Trending Botics se baseia no Botometer, um algoritmo de machine learning concebido para classificar uma conta como “humana” ou “robô” por meio do cruzamento dezenas de milhares de parâmetros e definições.

uva