Cidadania protocola projeto para derrubar decreto de armas de Bolsonaro

O vice-líder do Cidadania na Câmara, Daniel Coelho (PE), protocolou na tarde desta quarta-feira (17) projeto decreto legislativo (PDC) para derrubar as medidas adotadas pelo governo de Jair Bolsonaro que flexibilizam regras para compra e uso de armas no país.

A iniciativa do deputado buscar sustar os efeitos do decreto nº 10.630, editado no último dia 12, que trata da aquisição, o cadastro, o registro, o porte e a comercialização de armas de fogo e de munição e sobre o Sistema Nacional de Armas e o Sistema de Gerenciamento Militar de Armas.

"Desrespeita a prerrogativa legislativa do Congresso Nacional, agredindo o princípio da separação do Poderes, extrapolando os limites legais, uma vez que pretende dar fiel execução à Lei, não podendo alterar disposições que vão no sentido contrário de ampliar o acesso às armas", diz um dos trechos da proposta do vice-líder do Cidadania.

A bancada do PT no Senado apresentou quatro projetos de decreto legislativo para sustar os efeitos das normas editadas. Os petistas alegam que Bolsonaro extrapolou sua competência nos decretos.

> PT faz ofensiva contra decretos das armas de Bolsonaro

Continuar lendo