MEC determina que universidades federais voltem às aulas presenciais

O Ministério da Educação publicou portaria no Diário Oficial da União desta quarta-feira (2) onde define que o retorno às aulas presenciais em universidades federais deve ocorrer a partir de 4 de janeiro de 2021. O Ministério não cita as razões para autorizar o retorno às aulas presenciais sem o fim da pandemia de covid-19, que já tirou a vida de 176 mil brasileiros.

O texto, assinado pelo ministro Milton Ribeiro, revoga uma portaria anterior, que permitia as aulas online em caráter excepcional nas universidades. A partir de janeiro, tais aulas serão a exceção e só poderão ser utilizadas para complementação das horas necessárias à formação.

A única exceção é o curso de Medicina, que poderá ter aulas teóricas online. Segundo dados mais recentes do Censo de Educação Superior, a medida afeta 838 mil estudantes matriculados em universidades federais.

> Deputados votam crédito de quase R$ 2 bi para vacina contra o coronavírus
> Centrão e oposição assinam manifesto contra reeleição de Maia e Davi

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!