Teich diz que União vai construir plano de saída do isolamento com estados

O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, concedeu na tarde desta quarta-feira (22) sua primeira entrevista coletiva após assumir o comando da pasta. Ao lado de outros ministros ele afirmou que vai trabalhar em três áreas no combate à covid-19: informação, infraestrutura e planos para flexibilizar o isolamento social.

> As últimas notícias da pandemia de covid-19

Teich afirmou que nos próximos dias o Ministério vai começar a trabalhar em planos para afrouxamento do isolamento social no país. Segundo ele, a ideia é individualizar as estratégias de acordo com a realidade local. Nesse ponto, serão levados em conta a quantidade de leitos, os recursos humanos e a taxa de infecção pela doença.

"O Brasil é gigante e heterogêneo, não tem como ter um solução única", afirmou. 

No segmento de informação, Teich afirmou que o Ministério vai trabalhar em conjunto com as outras pastas e com a iniciativa privada. Neste ponto, a ideia é entender melhor o comportamento do vírus e também ter informações mais claras sobre a capacidade do SUS e do setor privado enfrentarem a doença.

Sobre a infraestrutura, Teich afirmou que o ministério deve ser mais eficiente com a logística de compras e distribuição de insumos para o combate à doença. Para isso, ele anunciou o general Eduardo Pazuello como como secretário-executivo da pasta. Pazuello já comandou a Base de Apoio Logístico do Exército e trabalhou como coordenador logístico das tropas do Exército nas Olimpíadas de 2016.

> STF determina que respiradores retidos pela União sejam enviados ao Maranhão

Assista à íntegra da entrevista

 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!