PT quer que Maia e Alcolumbre usem verba do Congresso em campanha pró-vacina

O PT encaminhou um ofício nesta quinta-feira (14) cobrando do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que utilizem a verba de comunicação do Congresso para realizar uma campanha pró-vacinação contra a covid-19.

No pedido, a legenda solicita que seja convocado um pronunciamento em rede nacional para que a população "participe ativamente do processo de imunização", esclarecendo a importância da vacinação, eficácia e a necessidade da adesão coletiva para evitar a doença e novas mortes.

"Tal medida faz-se extremamente necessária uma vez que o chefe do poder Executivo, no lugar de atuar para proteger e preservar da vida da população, age para implementar uma verdadeira campanha contra a vacinação, estimulando a proliferação de um sem número de notícias falsas sobre as vacinas contra a covid-19", diz o documento do partido.

Confira na íntegra a seguir:

Segundo o PT, "de nada servirão os avanços da medicina na pesquisa e desenvolvimento de novas vacinas, em especial contra a covid-19, se não houver adesão coletiva da sociedade às campanhas de vacinação. De outra parte, o Estado não pode apenas esperar que essa adesão se dê de modo consciente e voluntário".

Assinam o documento a presidente do PT, Gleisi Hoffmann; o líder da bancada na Câmara dos Deputados, Ênio Verri; o líder da bancada no Senado, Rogério Carvalho; o membro da Comissão Representativa do Congresso Nacional, deputado Reginaldo Lopes e o membro da Comissão Representativa do Congresso Nacional, senador Rubens Otoni.

> Ministério da Saúde diz que vacinação contra covid-19 começará por capitais

Continuar lendo