Pastor que desafiou medidas de isolamento morre de covid-19 nos EUA

Um pastor evangélico do estado da Virgínia, nos Estados Unidos, morreu de covid-19 semanas após desafiar as medidas de isolamento social impostas no país. Gerald O. Glenn, da igreja do Novo Evangelismo da Libertação, na cidade de Richmond, morreu no sábado (11).

> Os erros dos EUA que o Brasil está repetindo no combate à covid-19

A última vez em que Gerald comandou uma celebração na igreja foi no dia 22 de março, segundo informou a imprensa local. Na ocasião ele disse que planejava seguir realizando os cultos, a despeito das recomendações das autoridades de saúde, e só não o faria se estivesse “na prisão ou no hospital”.

Na celebração, ele ainda destacou de estar desrespeitando as recomendações por ter mais de 10 pessoas na celebração. Ele afirmou que era uma atitude “controversa”, mas que ele dizia acreditar “firmemente que Deus é maior que esse temido vírus", informaram jornais americanos.

> “Senhor presidente, suas condolências são falsas, eu não as aceito”, diz filho de vítima da covid-19

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!