Paraná terá toque de recolher para tentar conter covid-19

O governo do Paraná deve publicar até quarta-feira (2) novas normas de enfrentamento ao avanço do novo coronavírus. O estado terá toque de recolher entre 23h e 5h para evitar a circulação do vírus. A Secretaria de Estado da Saúde (SESA) recomenda também a retomada das atividades de trabalho remoto de servidores estaduais. As informações foram dadas pelo secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, em entrevista à RPC, afiliada da Globo no estado e depois confirmadas pela pasta.

Curitiba está com 95% das UTIs ocupadas. Nas últimas semanas, ao menos três hospitais particulares emitiram nota dizendo que não estão mais recebendo pacientes graves porque todas as suas instalações de terapia intensiva estão dedicadas à pessoas com covid-19.

Dados do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) indicam que o Paraná tinha até esta segunda-feira (30), 6.154 óbitos e 280.084 casos confirmados da doença.

Veja nota da Secretaria de Estado da Saúde (SESA)

O Governo do Estado reafirma que continuam válidas todas orientações divulgadas desde o início da pandemia da Covid-19 para evitar a propagação do novo coronavírus, como o distanciamento físico, o uso de máscara e a higiene pessoal.

Por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), e em alinhamento com os gestores municipais, serão produzidos dois novos instrumentos jurídicos para ajudar a conter a alta disseminação do vírus verificada nos últimos dias.

Um deles refere-se à restrição de horário para circulação de pessoas no período noturno – “toque de recolher”. A outra recomendará a retomada das atividades de trabalho remoto de servidores estaduais, semelhante à resolução anteriormente publicada pela SESA. 

As normativas deverão ser publicadas até a quarta-feira (2).

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!