Oposição cobra Anvisa por uso da Coronavac: “Precisa liberar a vacina”

O Instituto Butantan informou nesta quinta-feira (7) que os testes com a vacina Coronavac mostraram eficácia de 78% na fase final no Brasil. Para casos graves e moderados, a eficácia foi de 100%. Ou seja, nenhum dos vacinados na fase de testes desenvolveu casos graves da doença.

Políticos celebraram os resultados pelas redes sociais e cobraram aprovação da Anvisa. Nesta tarde haverá uma reunião entre a agência e o Instituto Butantan para apresentação de dados e pré-submissão do pedido de uso emergencial do imunizante.

Na noite desta quarta-feira (6), Jair Bolsonaro assinou a MP 1026, que trata de medidas excepcionais para aquisição de vacinas, insumos, bens e serviços de logística, até a aquisição de serviços nas áreas de tecnologia da informação e publicidade.

> Pazuello detalha MP das vacinas nesta quinta-feira

Continuar lendo