Morre Jaime Lerner, ex-governador do Paraná

O ex-governador do Paraná, Jaime Lerner, morreu na manhã desta quinta-feira (27) em um hospital de Curitiba, aos 83 anos. Lerner estava internado desde domingo aos cuidados de uma equipe especialista em doença renal.

Arquiteto e urbanista, Lerner foi prefeito de Curitiba por três vezes (1971–75, 1979–84 e 1989–93) e governador do Paraná por duas vezes (1995–1998 e 1999–2002). Foi presidente da União Internacional de Arquitetos (UIA) e consultor das Nações Unidas para assuntos de urbanismo.

Em 1965, estruturou a criação do Instituto de Pesquisa Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), órgão responsável pelo crescimento e urbanização da cidade. As gestões de Lerner à frete da capital paranaense foram marcadas pela inauguração de praças e parques, além da interrupção de trecho da tradicional Rua XV e da implementação e exportação do sistema de transporte por BRT, canaletas exclusivas para os ônibus. Foi dele a ideia do Sistema Integrado de Transporte Coletivo.

No comando do estado, teve importante papel na instalação de multinacionais do ramo automobilístico na região.

O ex-governador chegou a ser condenado por improbidade administrativa e à prisão por dispensar licitação na construção de um trecho da BR-476 e PR-427, mas reverteu a pena em multa. Na Assembleia Legislativa, Lerner enfrentou a instalação de cinco CPIs para investigar ações à frente do governo. Deixou a política em 2002, quando passou a se dedicar somente ao seu escritório de arquitetura.

> “Essencialmente as cidades continuarão iguais”, diz Jaime Lerner sobre o pós-pandemia

Continuar lendo