Ministério da Saúde diz que vacinação contra covid-19 começará por capitais

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, afirmou nesta quarta-feira (13) que a  vacinação contra a covid-19 no Brasil deve começar pelas capitais, "atingindo os municípios posteriormente”. Ele afirmou ainda que a vacinação começará no mesmo horário em todo o país. 

A declaração foi feita em entrevista aos jornalistas no fim desta quarta. De acordo com Élcio, não é possível fixar a data de início da imunização porque a definição depende da aprovação emergencial das vacinas pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, já fez diversas previsões de quanto a vacinação começaria, e recentemente tem apenas dito que será em janeiro. Élcio Franco argumentou nesta quarta que processo “depende de múltiplos variáveis” para que ocorra de forma simultânea e gratuita para toda a população.

No domingo (17), a diretoria da Anvisa se reunirá para decidir sobre pedidos de uso emergencial das vacinas desenvolvidas pelo Instituto Butantan e pela Fiocruz. Domingo, é o penúltimo dia do prazo fixado pela própria agência para analisar as informações fornecidas.

Para atender à demanda brasileira, o Ministério da Saúde deve fazer um novo pregão para aquisição de 240 milhões de seringas no dia 15 de janeiro. 

Anvisa deve decidir domingo sobre uso emergencial de vacinas

 

Continuar lendo