Ministério da Saúde compra 10 milhões de doses da vacina Sputnik

O Ministério da Saúde disse que assinou nesta sexta-feira (12) contrato de compra de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V, importadas da Rússia pelo laboratório brasileiro União Química.

De acordo com a pasta, o cronograma apresentado pela União Química prevê a "possibilidade" de chegada ao Brasil de 400 mil doses até o final de abril, 2 milhões no fim de maio e 7,6 milhões ao cabo junho.

Porém, a vacina ainda não foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Para o imunizante começar a poder ser aplicado na população, a União Química precise pedir o aval à agência.

O ministério informou ainda que está em estudo a possibilidade de o laboratório fabricar, no Distrito Federal e em São Paulo, mais doses da vacina para atender à demanda nacional.

Na fase mais letal da pandemia, o Brasil tem disponível por enquanto cerca de 20 milhões de doses, entre as vacinas Coronavac (Instituto Butantan) e AstraZeneca.

Continuar lendo