Veja a íntegra do Plano Nacional de Imunização enviado pelo governo ao STF

O Ministério da Saúde apresentou o Plano Nacional de Imunização contra a covid-19 ao Supremo Tribunal Federal (STF), que o tornou público neste sábado (12). Nele, a pasta de Eduardo Pazuello aponta que usará a vacina sino-brasileira Coronavac em sua jornada de vacinação, e que o país espera usar 108 milhões de doses em grupos prioritários de vacina.

Veja a íntegra do plano abaixo:

O documento foi enviado ao STF, como resposta a uma ordem da corte para que o Ministério disponibilizasse o seu planejamento. O documento tem data da quinta-feira (10),e  foi enviado ontem (11) para a corte. Hoje, foi tornado público pelo ministro-relator do caso, Ricardo Lewandowski.

O ministro é relator de duas Arguições de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), que seriam julgadas na próxima quinta-feira (17) e que poderia definir, via Judiciário, a maneira que o governo de Jair Bolsonaro iria conduzir a vacinação contra a covid-19, e com que insumos. Com a apresentação do documento, o próprio ministro Lewandowski pediu ao presidente da corte, Luiz Fux, a retirada de pauta do caso.


> Desconfiança com governo Bolsonaro trava acordo com Mercosul, diz embaixador da UE
> Governo vai centralizar distribuição de vacinas contra covid-19, diz Caiado

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!