Infecção por covid-19 cresce em cidades que abriram o comércio; veja os dados

O Brasil tem registrado nos últimos dias um movimento de retomada das atividades presenciais e afrouxamento do isolamento social. Essa flexibilização tem ocorrido de modo heterogêneo em todo o país. Dois dos municípios que retomaram as atividades com mais intensidade foram  Blumenau (SC) e Porto Velho (RO), que autorizaram nas últimas semanas a reabertura de parte do comércio.

Consultamos os dados disponíveis no painel covid-19, desenvolvido pelo Congresso em Foco, para analisar se essas regiões que adotaram medidas de isolamento social mais brandas registraram novos picos de infecções pela covid-19.

> Cadastre-se e acesse de graça, por 30 dias, o melhor conteúdo político premium do país

A retomada do comércio, incluindo centros comerciais, academias, shoppings e restaurantes foi anunciada pelo governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, na última terça-feira (21) e entrou em vigor no dia seguinte (22). Para isso, o governo editou medidas de prevenção obrigatórias contra o vírus, que foram especificadas para as particularidades de cada atividade.

Desde a última quarta-feira (22), Blumenau, que aderiu ao decreto do governador, teve um aumento no número de pessoas contaminadas pela doença. Foram 91 novos casos nos últimos cinco dias, o que fez com que o número de infectados na cidade dobrasse. Esse é um acréscimo expressivo quando comparado com o período da semana anterior (entre os dias 15 e 21 de abril), quando o decreto ainda não estava em vigor, o município tinha registrado apenas 11 novos casos.

A atualização mais recente, feita na twrça-feira (28), a partir dos dados das Secretarias de Estado de Saúde, mostra que, ao todo, são 177 casos confirmados da covid-19 em Blumenau. Veja abaixo os dados do painel que mostram um crescimento acentuado do número de casos nos últimos dias.

Na segunda-feira (29), o prefeito de Blumenau confirmou que este aumento está relacionado com a reabertura do comércio.

"Há cerca de duas semanas houve uma reabertura da atividade comercial e outras atividades em Blumenau. Isso significa que houve uma circulação maior do vírus através do contato e há necessidade que a gente se atente a isso. A atividade comercial auxiliou esse retorno", afirmou.

De acordo com o secretário de saúde do município, os novos critérios de testagem da população para que todas as pessoas com síndrome gripal realizem o exame para detectar o vírus também teve influência. "Podemos entender que existe uma relação entre a abertura do isolamento e o aumento dos casos positivos. Além disso, o fato de estarmos testando mais pessoas", concluiu o secretário.

A prefeitura informou que, por enquanto, não há expectativa de que o município retorne ao isolamento social mais rígido.

Situação semelhante à de Blumenau acontece na capital de Rondônia. Nas últimas duas semana, a prefeitura de Porto Velho publicou dois decretos que autorizam a reabertura gradual de alguns setores do comércio, como gráficas, papelarias, imobiliárias, salões de cabeleireiro, clínicas de estética e barbearias.  Nos dias 17 a 21 de abril, quando os decretos já estavam em vigor, o município registrou 92 novos casos.

Um novo decreto que estabelecia o funcionamento do comércio de eletroeletrônicos, móveis, calçados, entre outros, também foi publicado.

Os novos dados disponibilizados ontem pela Secretaria de Saúde mostram que Porto velho possui 285 casos confirmados da covid-19 e 6 mortes decorrentes da doença. Veja abaixo os dados:

Na terça-feira (28), diante do aumento no número de casos, a prefeitura voltou atrás e suspendeu por tempo indeterminado os decretos que flexibilizavam o isolamento. Com isso, voltam a valer na cidade as mais rígidas, que proíbem a realização de eventos e de reuniões de qualquer natureza, além do funcionamento de galerias de lojas e comércios, shopping centers e centros comerciais.

> As últimas notícias da pandemia de covid-19

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!