Governador de Mato Grosso é o sétimo diagnosticado com covid-19

Celso Bejarano, especial para o Congresso em Foco

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) é o sétimo, entre os 27 chefes estaduais do Executivo, a revelar que foi infectado pela covid-19. De acordo com o último boletim do Ministério da Saúde, divulgado na noite dessa quarta-feira (3), o Brasil soma 32.602 mortes confirmadas em decorrência da doença.

> Estados enfrentam falta de medicamentos do “kit intubação” para covid-19

Mendes anunciou ter sido infectado pelo vírus na manhã desta quinta-feira (4), por meio de um vídeo. Ele disse que não sente os sintomas característicos, como tosse ou febre, mas está isolado em um cômodo de sua casa, de onde deve despachar pelas próximas duas semanas.

Além de Mauro Mendes, confirmaram ter sido infectados pela covid-19 os governadores de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), de Roraima, Antônio Denarium (sem partido), do Pará, Helder Barbalho (MDB), do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), e de Alagoas, Renan Filho (MDB).

Ainda no vídeo, o governador de Mato Grosso deu um recado à população: “Se puder, fique em casa, se tiver que sair para trabalhar, faça isso com o maior nível de segurança possível. Precisamos redobrar os cuidados no uso da máscara, higiene das mãos e no afastamento social. A doença é séria”, alertou Mauro Mendes.

Em todo o estado, pelo menos 79 pessoas morreram por covid-19, conforme o último levantamento. O número pode ser maior devido ao baixo índice de testagem no país e aos casos ainda sob investigação.

O ex-deputado estadual Adriano Silva, do mesmo partido de Mauro,  morreu aos 51 anos dentro de um avião que o transportava de Cáceres, cidade onde morava, até a capital Cuiabá.

Adriano Silva, que chefiava a Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), foi internado na segunda-feira (1.06), queixando-se de dificuldades para respirar. Embora o teste ainda não tenha sido divulgado oficialmente certificando a doença, o caso de Silva já é tratado por autoridades sanitárias como Covid-19.

Mulher e filhos do ex-deputado cumprem, em casa, o isolamento desde segunda. Adriano Silva passou mal ontem à noite no hospital de Cáceres, sofreu uma parada cardíaca e logo foi levado de avião para outro hospital, em Cuiabá. Ele morreu ainda durante o trajeto.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!