Fiocruz prevê para fevereiro entrega de 1 milhão de doses da vacina de Oxford

A presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade, afirmou nesta quarta-feira (30) que os últimos documentos para o registro no Brasil da vacina de Oxford contra a covid-19 devem ser apresentados até 15 de janeiro. "O nosso registro já está sendo submetido com a perspectiva de entrega final de documentos até a data de meados de janeiro, de 15 de janeiro", declarou Nísia.

A previsão é que o primeiro lote com 1 milhão de doses seja entregue entre 8 e 12 de fevereiro. "Caso se opte por essa autorização de uso emergencial, isso estará baseado na possibilidade de se ter vacinas de uma forma mais rápida", disse a presidente.

Além da movimentação por parte da Fiocruz, a farmacêutica brasileira União Química, parceira do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF) para a produção da vacina Sputnik V no Brasil, também informou que pedirá a liberação para uso emergencial em janeiro.

Para que isso ocorra, no entanto, a Anvisa ainda precisa autorizar os testes da fase 3. Na terça-feira (29), a Agência de Vigilância Sanitária recebeu o pedido para a pesquisa clínica e deve responder em 72 horas.

> Dos EUA a Omã, quase 50 países já vacinam contra a covid-19. Veja a lista

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!