Filipinas registram primeira morte por coronavírus fora da China

Autoridades sanitárias nas Filipinas anunciaram que um chinês morreu no país de pneumonia causada pelo novo coronavírus. A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou o caso como a primeira morte causada pela doença "fora da China".

> Brasil já tem 16 casos suspeitos de coronavírus

O Departamento de Saúde das Filipinas disse que um homem de 44 anos proveniente de Wuhan, cidade na província de Hubei, morreu no sábado (1º). Wuhan é o epicentro do surto do coronavírus.

De acordo com o órgão, o chinês chegou ao território filipino via Hong Kong em 21 de janeiro e passou pela ilha turística de Cebu, no centro do país.

Uma chinesa de 38 anos que visitou a região com a vítima também foi diagnosticada com o vírus na quinta-feira da semana passada.

No Brasil, a presidente da Frente Parlamentar Mista da Saúde, deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), em conversa neste sábado (01) com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu que a Casa, assim que retornar as atividades legislativas, “atue fortemente” para aprovar, com urgência, propostas que poderão ser enviadas pelo governo e de iniciativa parlamentar que possibilitem o retorno imediato ao país dos brasileiros que se encontram na região de Wuhan, na China , que é epicentro da contaminação do coronavírus.

O Ministério da Saúde atualizou em 16 o número de casos considerados suspeitos de coronavírus no país. Segundo balanço divulgado às 12h de sábado (1), já foram descartados outros dez casos.

Confira os principais sintomas e os cuidados para evitar o coronavírus - Agência Brasil

*Com informações da Agência Brasil

> Coronavírus: Maia recebe pedido de urgência para retorno de brasileiros

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!