Morte de ex-deputado de 33 anos por covid-19 choca políticos

O ex-deputado federal Caio Narcio (PSDB-MG), de 33 anos, morreu neste domingo (16) em São Paulo. Ele estava internado na UTI do Hospital das Clínicas com covid-19. Caio foi hospitalizado em 12 de julho. No dia 25, seu teste deu positivo para o novo coronavírus. A morte precoce do jovem ex-parlamentar chocou políticos, que se manifestaram nas redes sociais (veja mais abaixo):

O estado de saúde de Caio se agravou no último dia 6, quando foi detectada uma pneumonia bacteriana. No dia 2 de julho ele deixou o Hospital Sírio-Libanês, também na capital paulista, após tratamento de uma meningoencefalite, inflamação que envolve o cérebro e as meninges.

O PSDB lamentou a morte de Caio, filho do também ex-deputado tucano Narcio Rodrigues (MG).
"Com muita tristeza que recebemos a notícia da perda prematura do nosso ex-deputado federal, o jovem e amigo Caio Narcio. Caio nos deixa muitos exemplos: luta e companheirismo. De bom caráter e boa índole é uma grande perda a vida pública! Nosso especial abraço a Narcio Rodrigues", publicou o partido em nota nas redes sociais.

Eleito deputado em 2014, Caio não conseguiu se reeleger em 2018. Sua campanha eleitoral foi prejudicada pela meningoencefalite, que o deixou dois meses internado. Natural de Uberlândia, Caio era graduado em Ciências Sociais pela PUC-MG e começou a militância política como presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da universidade. Também foi presidente da Juventude estadual do PSDB.

Veja algumas das manifestações de políticos:

Bruno Araújo, presidente nacional do PSDB

Sheridan Oliveira, deputada pelo PSDB de Roraima

Júlio Delgado, deputado pelo PSB, de Minas Gerais

Carlos Sampaio, líder do PSDB na Câmara

 

Bolsonaro levou brasileiros a desfiladeiro mortal, diz Mandetta

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!