Deputado quer antecipar Revalida para contratação imediata de médicos

Para antecipar a contratação de médicos no Brasil, o deputado José Nelto (Podemos-GO), apresentou uma emenda à Medida Provisória (MP) 934/2020, requer que seja antecipada a realização do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida). A proposta do parlamentar tem o intuito de evitar que faltem médicos diante da pandemia do coronavírus, já que os profissionais estão expostos constantemente ao vírus e, sem o estoque necessário de equipamentos de proteção, começam a adoecer.

Devem se inscrever para o Exame do Revalida, do Ministério da Educação, médicos brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil, graduados em instituições estrangeiras reconhecidas no país de origem, e que desejam exercer a medicina em território brasileiro.

> Cadastre-se e acesse de graça, por 30 dias, o melhor conteúdo político premium do país

“Com déficit de médicos e enfermeiros, o Brasil corre o risco de sofrer falta, além de equipamentos, de profissionais da saúde na linha de frente no combate ao coronavírus. Haverá um apagão no sistema de saúde. Cerca de quinze mil médicos diplomados no exterior aguardam para fazer a prova do Revalida, que não ocorre desde 2017”, argumenta José Nelto.

“A previsão é de que o exame seja realizado em agosto, com exame de habilidades clínicas aos médicos aprovados em outubro. Ocorre que, a pandemia provocada pelo coronavírus
vem sobrecarregando o sistema de saúde pública, especialmente em razão do número insuficiente de profissionais médicos para fazer frente a este surto. Nossa emenda seria oportuna para amenizar esse problema”, completa Nelto.

> Três índios morreram e oito foram infectados por covid-19 no Brasil

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!