As últimas notícias da pandemia de covid-19

Terça-feira, 31 de março

14:39

GDF prorroga quarentena até dia 13 de abril

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), anunciou a prorrogação do decreto que determina a medida de isolamento social, nesta terça-feira (31). Com a decisão a quarentena no DF continua até o dia 13 de abril com possibilidade de nova prorrogação. Atualmente, na região, existem 317 casos confirmados de coronavírus, 2 mortes e 146 casos de recuperação.

12:24

Hospitais de SP afastam mais de mil funcionários

Profissionais de saúde são afastados por suspeita de infecção pelo coronavírus. Segundo o jornal Estado de S. Paulo, 1.080 profissionais foram afastados da rede pública. O montante foi contabilizado pelo levantamento do Sindicato dos Servidores de São Paulo, os dados foram publicados no Diário Oficial da Cidade, que aponta que estes profissionais foram afastados do dia 1° a 28 de março.

Os outros 452 afastamentos foram registrados nos hospitais da rede privada, em São Paulo, o Hospital Sírio Libanês, 104, e o Hospital Israelita Albert Einstein, 348. O Eistein informou ao jornal que 2% dos 15 mil colaboradores foram diagnosticados com a doença e 13 estão internados. O Sírio explicou ao jornal que entre os funcionários afastados por estarem infectados estão desde médicos, enfermeiros, funcionários da limpeza e auxiliares administrativos. O Sindicato informou que profissionais da rede pública se queixam da falta de equipamentos de proteção individual nos hospitais públicos.

10:46

Jornalistas deixam entrevista após serem hostilizados por apoiadores de Bolsonaro

Na manhã desta terça-feira (31), os profissionais de imprensa abandonaram a entrevista coletiva com Jair Bolsonaro na saída do Palácio da Alvorada após serem hostilizados por apoiadores do presidente. Um apoiador gritou que imprensa coloca o povo contra o presidente e Bolsonaro reagiu incentivando a atitude, mandou que os jornalistas ficassem quietos. "É ele que vai falar, não é vocês não", disse Bolsonaro. Após o endosso, apoiadores começaram a xingar os profissionais, que abandonaram o local. O presidente surpreso com a reação começou a ironizar, "Mas vão abandonar o povo? Nunca vi isso, a imprensa que não gosta do povo", gritou aos repórteres, segundo informações do portal UOL.

10:38

Moro autoriza uso da Força Nacional em apoio ao Ministério da Saúde

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autorizou a Força Nacional a dar apoio às ações do Ministério da Saúde no combate à pandemia do coronavírus no Brasil. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União e é válida até o dia 28 de maio.

8:11

Mundo se aproxima das 38 mil mortes por coronavírus

O total de número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no mundo, hoje, é de 788.522, segundo a contagem feita pela pesquisa da universidade americana Johns Hopkins. O total de mortes chega a 37.878 e o número de pessoas que se recuperaram da doença é 166.768.

8:02

Brasil contabiliza 4.661 casos confirmados

As secretarias de Saúde dos estados divulgaram na manhã desta terça-feira (31) que o Brasil soma 4.661 casos confirmados do novo coronavírus. Segundo a contagem divulgada pelo portal G1, nesta manhã, o país contabiliza 165 mortos, São Paulo é a região com o maior número de óbitos, 113, e o Rio de Janeiro contabiliza 18 casos em decorrência da infecção por covid-19.

Segunda-feira, 30 de março

20:43

DF já tem duas mortes por covid-19

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal confirmou, nesta segunda-feira (30), a segunda morte por covid-19 na capital federal. A vítima é um homem de 77 anos, que morava no Núcleo Bandeirante. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Brasília desde o dia 27 de março e sofria problemas no coração, doença respiratória crônica e um tumor.

16:58

159 mortes por covid-19 no Brasil

O Ministério da Saúde divulgou há pouco a atualização diária dos casos de covid-19 no Brasil. Nesta segunda-feira (30), são 4.579 casos confirmados e 159 mortes.  Veja abaixo os dados detalhados.


12:17

Escolha entre vidas ou economia é uma “aberração ética”, dizem economistas da UFMG

Professores de economia da Universidade Federal de Minas Gerais publicaram um manifesto em que defendem que o dilema entre salvar vidas ou a economia diante da pandemia de covid-19 é uma “aberração ética” e uma “impostura científica”.

“Nós, do Departamento de Economia da UFMG, homens e mulheres, jovens e idosos, que temos nos dedicado ao ensino e à pesquisa em economia com qualificação profissional e
espírito público, estamos, por meio desse manifesto, denunciando, por falaciosa e abjeta, a
tese de que a preservação da economia brasileira, de seu funcionamento normal, hoje e em
qualquer tempo, possa significar a subordinação de direitos humanos fundamentais, o direito à vida, à saúde, aos imperativos do equilíbrio fiscal justificáveis em situações ordinárias.”

> Pesquisadores de Oxford projetam 478 mil mortes por covid-19 no Brasil

“Em momento de crise, como o atual, as regras rotineiras, os lugares comuns da
chamada boa administração fiscal, devem dar lugar ao que deveria ser habitual, respeito à
moralidade básica, a defesa da vida dos excluídos. O Brasil, como um emissor soberano de
sua moeda e com sua dívida em quase sua totalidade em reais, não possui restrição monetária de curto prazo para arcar com essa despesa de calamidade”, defendem os docentes..

No texto, os 54 professores signatários do documento apresentam 10 medidas que podem ser tomadas como forma de enfrentar a pandemia. Leia a íntegra do manifesto aqui. 

10:08

Trump pede a população que permaneça em isolamento até 30 de abril

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez um pronunciamento neste domingo (29) em que prorrogou o isolamento social até o dia 30 de abril. Ele afirmou que o pico das mortes nos EUA vai ocorrer em duas semanas e que "nada é pior do que declarar vitória antes de vencer". "Estenderemos nossas diretrizes para 30 de abril, para diminuir a disseminação. Na terça-feira, finalizaremos esses planos e forneceremos um resumo de nossas descobertas, apoiando dados e estratégias para o povo americano", disse Trump.

9:34

Governo do Rio de Janeiro prorroga isolamento por 15 dias

O governo do Rio de Janeiro prorrogou isolamento social por mais 15 dias, começando por esta segunda-feira (30). O governador Wilson Witzel publicou a decisão nas suas redes sociais nesse domingo. O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, fez pelo Twitter um pedido para que as pessoas permaneçam em casa. O estado contabiliza 600 casos de infecção por coronavírus e 17 mortes.

 

8:22

Número de casos no mundo cresce 31% no final de semana

Durante o fim de semana, o número de casos de infecção por coronavírus cresceu para 724.945 no mundo. Atualmente, os Estados Unidos são o país com o maior número de casos, somando 143.055. Em seguida aparece a Itália, que contabiliza também o maior número de óbitos, 10.779 mortes. Ambos ultrapassaram a China em número de infeccionados, primeiro epicentro da pandemia. No mundo, o total de mortes em decorrência do coronavírus chega a 34.686. Foram registradas 154.673 recuperações até o momento.

Domingo, 29 de março

10:35

A Itália lidera o ranking mundial de pessoas infectadas com covid-19, já são 86.498 casos e 9.136 vidas perdidas para a doença. Os Estados Unidos vêm logo atrás, com 85.228 e 1.243 óbitos. A China conta com 82.230 pessoas infectadas e totaliza 3.301 mortes. Em seguida vem a Espanha com 64.059 casos e 4.858 mortes. A Alemanha tem 48.582 pessoas infectadas e 325 mortes.

10:20

Em todo mundo, já existem 575.444 casos confirmados de coronavírus. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 26.654 vidas foram perdidas para o covid-19.

Sábado, 28 de março

18:00

O Ministério da Saúde fez mais uma atualização neste sábado, são 114 óbitos no Brasil e 3.904 infectados por coronavírus. A atual taxa de letalidade da doença no país é de 2,8%.

16:40

Em nova divulgação do Ministério da Saúde, Brasil tem 3.904 casos de coronavírus, com 111 óbitos. Em todo mundo, são 571.678 pessoas infectadas com o vírus e 26.495, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Esses dados, porém, não contam com as atualizações do dia do ministério da Saúde.

Sexta-feira, 27 de março

21:00

Artista plástico, Daniel Azulay morre vítima de covid-19

Daniel Azulay, de 72 anos de idade, conhecido pelos trabalhos como desenhista, pintor e cartunista faleceu nesta sexta-feira no Rio de Janeiro. O artista plástico estava internado há duas semanas no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Clínica São Vicente, na  zona sul carioca.

Ele tratava uma leucemia e foi infectado pelo coronavírus, segundo parentes e informações publicadas na página oficial do artista, nas redes sociais. A Secretaria Estadual de Saúde do Rio comunicou que vai apurar se a morte de Azulay está relacionado com o vírus, de acordo com informações do portal de notícias G1.

Daniel Azulay. Foto: Reprodução.

17:06

Brasil contabiliza 92 mortes por coronavírus

O número de casos de óbitos por causa do covid-19 subiu para 92, no país. Os dados são da plataforma Coronavírus Brasil, desenvolvida e atualizada pelo Ministério da Saúde. O número de casos confirmados da doença também aumentou, até o momento, são 3.417. O índice da taxa de letalidade é de 2,7%.

A região Sudeste é a que possui mais casos confirmados, ao todo são 1.952, que representam uma parcela de 57% do total de casos no Brasil. Apenas no estado de São Paulo são 1.223 confirmações. A região Nordeste é a segunda com mais casos confirmados, são 539  (16% do total).

14:03

Itália tem recorde diário de óbitos causados por covid-19

As autoridades italianas registraram em 24 horas, 919 mortes por conta do novo coronavírus (covid-19). Este é o recorde de óbitos que ocorreram em um único dia no país. As informações são do portal de notícias G1. 

A Itália está na lista dos países que mais tiveram mortes, até o momento, 9.143  pessoas morreram por causa da epidemia no país.

12:44

4,3 milhões de idosos vivem sozinhos e é grupo mais vulnerável ao covid-19

No Brasil, segundo dados do IBGE, no território brasileiro,  4,3 milhões de idosos vivem sozinhos e precisam de auxílio de vizinhos e familiares para realizar atividades cotidianas após as medidas de isolamento social, segundo informações do portal G1. As pessoas com idade acima de 65 anos compõem o chamado grupo de risco para o coronavírus, que tem mais probabilidade de se tornar casos graves em caso de infecção.

12:38

No mundo, são mais de meio milhão de infectados por coronavírus

Segundo dados da universidade americana Johns Hopkins, no mundo existem hoje 553.244 casos de infecção da doença e 25.035 mortes. O número de pessoas que se recuperaram chega a 127.567. Hoje os Estados Unidos é o país com o maior número de casos seguido da China e da Itália, que é o país com o maior registro de mortes.

12:33

Em seis dias, mais 2 mil novos casos de coronavírus no Brasil

O Brasil ultrapassa a marca dos 3 mil casos de infecção por coronavírus. Nesta sexta-feira (27), com a contagem das secretarias de Saúde dos estados o país registra 3.027 casos de infecção e 77 mortes. Em seis dias, foram registrados mais 2 mil novos casos em todo o território, segundo informações publicadas pelo portal G1.

11:31

“Nós estamos numa guerra com um vírus e não estamos vencendo", diz secretário-geral da ONU

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) pede uma ação conjunta dos países, fazendo um apelo ao G-20, grupo que reúne as maiores economias do mundo e inclui o Brasil. Para suprimir a transmissão do covid-19 o mais rápido possível ele pede uma "resposta do G-20 coordenada e guiada pela OMS" e cita testagem, quarentena e tratamento como parte desta resposta. Guterres se refere à batalha contra o vírus como uma guerra e frisa "esta é uma crise humana" em que os países precisam trabalhar juntos para minimizar o impacto social e econômico.

"Não cometa erro: #covid19 é uma ameaça para países e pessoas em todos os lugares. A magnitude da nossa resposta deve corresponder a escala da crise. Minhas observações aos líderes do G-20", escreveu ontem (26) no seu Twitter.

10:30

Em carta a americanos, Trump muda discurso: "Fiquem em casa"

O presidente americano Donald Trump, que antes defendia que o país não deveria parar por causa da pandemia de coronavírus, mudou o tom e enviou cartas à população com uma série de recomendações sobre como enfrentar a crise. O cerne das diretrizes é a orientação para que as pessoas permaneçam em casa. O isolamento social têm sido a principal recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Trump também modulou seu discurso em relação à China. Em uma publicação no Twitter o presidente afirmou estar trabalhando junto com o país asiático no combate ao coronavírus. "Acabei de concluir uma conversa muito boa com o presidente Xi da China. Discutimos em detalhes o coronavírus que está devastando grande parte do nosso planeta. A China passou por muita coisa e desenvolveu um forte entendimento do vírus. Nós estamos trabalhando juntos. Muito respeito!", escreveu.

09:57

Primeiro-ministro britânico confirma infecção por coronavírus

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, confirma que foi infectado pelo coronavírus. O governo britânico divulgou uma nota, nesta sexta-feira (27), e o político postou um vídeo na sua conta no Twitter confirmando o resultado. Johnson tem 55 anos, apresenta sintomas leves e afirma que irá se isolar. Na nota, o governo confirma que Johnson continua a liderar os esforços contra a epidemia.

"Nas últimas 24 horas eu desenvolvi sintomas leves e testei positivo para coronavírus. Eu estou agora em auto-isolamento, mas vou continuar liderando a resposta do governo, por vídeo conferência, no combate deste vírus. Juntos nós vamos derrubar isso. #FicaEmCasaSalveVidas", escreveu.

Quinta-feira, 26 de março

17:54

Paulo Guedes testa negativo para covid-19

O Ministério da Economia informou na tarde desta quinta-feira que o ministro Paulo Guedes testou negativo para o novo coronavírus (covid-19). O exame foi realizado no último dia 18 no posto de atendimento de saúde do Palácio do Planalto. No dia seguinte (19), a coleta foi encaminhada para a análise do Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, e  para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O ministro estava consciente do resultado negativo do exame desde a última sexta-feira (20), mas o resultado foi comunicado publicamente apenas hoje, pela assessoria do Ministério. "Para evitar especulações, o ministro Paulo Guedes reforça seu compromisso com a transparência e informará a sociedade o resultado de qualquer outro exame se houver necessidade", diz a assessoria da pasta, em nota.

17:23

482 novos casos de covid-19 no Brasil

O Ministério da Saúde acaba de atualizar os números da pandemia de covid-19 no Brasil. Agora são 2.915 casos e 77 mortes. De quarta (25) para quinta (26), foram 482 novos casos e 20 mortes.

17:16

Covid-19 no mundo: quase 500 mil casos e medidas mais duras

Até agora, a pandemia de covid-19 já registrou 491.623 casos confirmados em todo o mundo. A Itália registra 662 mortes em 24 horas e a Espanha alcançou a marca de 655 óbitos em um dia - ao todo o país acumula mais de 4 mil óbitos em decorrência do covid-19, enquanto a Itália registra 8.215 óbitos desde o início da pandemia. Até o momento, o coronavírus levou 23.067 pessoas a óbito em todo o mundo e 120.996 se recuperaram, segundo informações da universidade americana Johns Hopkins.

Alguns países optaram por tomar medidas mais duras contra o avanço da infecção. Na Bolívia, quem não cumprir a quarentena poderá receber pena de até 10 anos de prisão. Portugal decide testar todos que apresentam pelo menos um dos sintomas da infecção, a África do Sul entra em quarentena por 21 dias e pede apoio dos países ricos às economias africanas e a China, que começa a controlar o aumentos dos casos, determina fechamento de fronteiras a partir do sábado (28), as informações são do jornal El País.

13:20

Embaixada do Reino Unido pede o retorno imediato dos seus cidadãos

O embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangaranjan, publicou na sua conta no Twitter um alerta aos cidadãos que estão no Brasil, mas não são residentes. Ele solicitou que os cidadãos britânicos retornem imediatamente para o seu país, pois os voos estão escassos. "Se você é um cidadão britânico visitando o Brasil, nós alertamos que você retorne para o Reino Unido agora. As rotas comerciais ainda estão disponíveis, mas mudando rapidamente. Esta linha mostra sobre a situação", afirmou, referindo-se aos posts seguintes, em que informa quais companhias aéreas ainda estão realizando rotas do Brasil para o Reino Unido.

A embaixada dos Estados Unidos no Brasil também fez a mesma orientação, na última terça (24), aos cidadãos do país que estão em viagem pelo Brasil. A mensagem recomenda que eles providenciem retorno imediato para o país, a menos que estejam preparados para viver no exterior por tempo indeterminado.

A posição dos dois governos se opõe à do presidente Jair Bolsonaro, que trata o assunto como histeria e "gripezinha" e sugere que os brasileiros voltem à normalidade.

Veja o tuíte do embaixador britânico:

15:47

Presidente da CNBB pede a fiéis que permaneçam em casa

O presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Walmor Oliveira Azevedo, repudiou, nesta quarta-feira (25) a declaração do presidente Jair Bolsonaro, que defendeu a volta do país à normalidade, contrariando indicação de especialistas e organismos internacionais. “Nós repudiamos, criticamos veementemente autoridades no executivo nacional, quando minimiza aquilo que precisa ser realizado com responsabilidade por todos nós”, disse Dom Walmor. As declarações do chefe do Executivo contrariam as recomendações dos especialistas. “Fique em casa. (…) esperamos dos poderes que ajam de modo a ter uma ordem social e política adequada, estirpando aquilo que de fato está na contramão”, defendeu o presidente da confederação.

12:57

G20 vai injetar US$ 5 trilhões na economia mundial para combate ao coronavírus

A fim de amenizar os impactos sociais, econômicos e financeiros da pandemia, o grupo das 20 maiores economias (G20) do mundo anunciou injeção de mais de US$ 5 trilhões na economia global. “Estamos adotando medidas imediatas e robustas para apoiar nossas economias, proteger trabalhadores, negócios – especialmente as micro, pequenas e médias empresas – e os setores mais afetados, e dar escudo aos vulneráveis através de uma proteção social adequada”, diz a nota. “O vírus não respeita fronteiras. O combate a essa pandemia exige uma resposta global transparente, robusta, coordenada, em larga escala e baseada em ciência”, afirma o comunicado.

Ao lamentar as perdas de vidas, o grupo sustenta que fará o que for necessário e atuará em conjunto com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Fundo Monetário Internacional (FMI), o Banco Mundial e a Organização das Nações Unidas (ONU). Os líderes do grupo se reuniram na manhã de hoje (26) de forma extraordinária. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou por videoconferência. A reunião do foi presidida pelo rei Salman, da Arábia Saudita. Os sauditas presidem o grupo neste ano.

12:00

Secretarias estaduais de Saúde registro 2598 casos de coronavírus no Brasil

Segundo informações publicadas no portal G1, o número de casos de infecção por coronavírus aumenta para 2.598 casos e 63 mortes, 48 delas no estado de São Paulo.

8:00

Bolsonaro edita decreto que regulamenta atividade religiosa como atividade essencial

Foi publicado hoje no Diário Oficial da União o Decreto do presidente Jair Bolsonaro, que regulamenta serviços públicos e atividades essenciais que devem continuar funcionando durante o período de isolamento. O decreto regulamenta a atividade religiosa como atividade essencial, assim como, atividades ligadas a geração e distribuição de energia elétrica, produção, distribuição e comercialização de petróleo, além das atividades ligadas à pesquisa. Veja o decreto na íntegra:

Quarta-feira, 25 de março

17:26

Brasil tem 57 mortes e 2.433 casos de covid-19

O balanço divulgado pelo Ministério da Saúde nesta quarta-feira (25) aponta que há no Brasil 57 mortes e 2.433 casos confirmados de covid-19. As informações foram repassadas pelo ministro Luiz Henrique Mandetta em entrevista coletiva. Assista:

 

16:11

Diretor da OMS pede colaboração de líderes na implementação de plano humanitário contra a covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou nesta quarta-feira (25) o plano de ação humanitária para apoiar países mais vulneráveis no enfrentamento à pandemia. Entre os seis pontos a OMS reforça o aumento de testagem dos casos suspeitos, frisa a necessidade de isolamento social, cancelamento de viagens internacionais e eventos em massa. Além disso, o plano ressalta a necessidade de proteger grupos mais vulneráveis e profissionais de saúde. "Nossa mensagem para todos os países é clara: preste atenção neste aviso agora, apoie este plano politicamente e financeiramente hoje e podemos salvar vidas e retardar a propagação da pandemia da Covid-19", escreveu Tedros no Twitter, segundo informações do portal G1.

15:14

Após pronunciamento de Bolsonaro, Crivella anuncia reabertura do comércio no Rio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, postou no seu Twitter na tarde desta quarta-feira (25) que as medidas adotadas na cidade serão atualizadas. A partir de sexta (27), o comércio na cidade do Rio será reaberto. "Começaremos a abrir, aos poucos" anuncia o prefeito, reiterando que vai começar com as lojas de material de construção e lojas de conveniência dos postos de gasolina."Se todos colaborarem, seguindo as medidas, em 15 dias poderemos retomar as normalidades", anunciou. A decisão vai na contramão das orientações de especialistas e da Organização Mundial da Saúde (OMS). Ao redor do mundo diversos países decretaram quarentena. O estado do Rio de Janeiro contabiliza 305 confirmados de infecção por coronavírus e 6 mortes em decorrência da doença.

15:00

Diretor-geral da OMS alerta que é cedo para reabrir escolas e empresas

Em um pronunciamento realizado nesta quarta-feira (25), o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, reforçou que é cedo para revogar medidas de segurança tomadas para impedir o aumento de infectados pelo coronavírus. Ele alerta que este não é o momento de reabrir escolas e empresas."A última coisa que qualquer país precisa é reabrir escolas e empresas só para fechá-las novamente", alerta. O diretor-regional da OMS, na Europa, Hans Kluge, alertou que o continente deve se preparar para outros possíveis picos da pandemia. Atualmente, o velho continente concentra 60% dos novos casos de coronavírus no mundo, segundo informações da Agência EFE.

12:04

Coronavírus no mundo: secretário-geral da ONU clama por cessar fogo em regiões de conflito pelo mundo

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, postou um pronunciamento em que clama pelo cessar fogo em regiões de conflito no mundo todo para conter o avanço do vírus. "É o momento de cessar o conflito armado e focarmos juntos na verdadeira luta pelas nossas vidas - a pandemia #COVID19". Ele aponta o vírus como um inimigo comum, as regiões devastadas pelas guerras como muito vulneráveis por já ter um sistema de saúde em colapso, poucos profissionais atuando e pessoas deslocadas pelos conflitos como "duplamente vulneráveis". "A fúria do vírus ilustra a loucura da guerra", afirmou Guterres.

"Hoje eu estou clamando por um cessar fogo imediato em todos os cantos do mundo. É o momento de cessar o conflito armado e focarmos juntos na verdadeira luta pelas nossas vidas - a pandemia #COVID19."

11:18

Coronavírus no mundo: Espanha supera a China em óbitos

A Espanha registra 3.434 óbitos e ultrapassa a China, com 3.285 óbitos desde o início da crise. O mundo contabiliza hoje um total de 438.749 casos confirmados de coronavírus, 19.648 mortes e 111.847 casos de pessoas que se recuperaram da doença. Os dados são da pesquisa da universidade americana Johns Hopkins.

10:22

Casos de coronavírus no Brasil ultrapassam a marca dos 2 mil

As secretarias de Saúde dos estados divulgaram na noite desta terça-feira (24) que o número de casos confirmados de infecção por coronavírus chega a 2.271 em todo o território nacional. O número de mortes no Brasil por conta da infecção chega a 48 pessoas, sendo 40 em São Paulo, seis no Rio de Janeiro, os estados do Amazonas e do Rio Grande do Sul registram a primeira morte por conta da infecção por covid-19, conforme os dados atualizados nesta manhã de hoje (25). A contagem do Ministério da Saúde tem 2.201 casos confirmados e 46 mortes contabilizadas, os casos de óbito do Amazonas e do Rio Grande do Sul ainda não foram contabilizados aos dados do ministério.

9:00

Príncipe Charles, sucessor do trono britânico, testa positivo para coronavírus

Nesta quarta-feira (25) foi divulgado que o príncipe Charles, primeiro na linha de sucessão ao trono britânico, testou positivo para covid-19. No momento, o filho mais velho da rainha Elizabeth II apresenta sintomas leves. Ele, hoje, com 71 anos, encontra-se em isolamento domiciliar na Escócia com a sua esposa, Camila, duquesa de Cornuália, de 72 anos, que não está infectada.

7:52

Embaixada dos Estados Unidos solicita o retorno dos seus cidadãos

A embaixada dos Estados Unidos no Brasil divulgou uma mensagem nesta terça-feira (24) aos cidadãos que vivem nos Estados Unidos para providenciar retorno imediato para o país, a menos que estejam preparados para viver no exterior por tempo indeterminado. O comunicado está de acordo com o Aviso de Saúde Global de Nível Quatro do Departamento de Estado, do governo americano, que recomenda aos seus cidadãos não realizarem viagens. Na nota, está a relação dos últimos voos comerciais ainda disponíveis no Brasil para os EUA nas cidades Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas.

Confira a íntegra

Terça-feira, 24 de março

19:25

ANEEL suspende cortes de energia por 90 dias

A diretoria da ANEEL aprovou nesta terça-feira (24/3) , em Reunião Pública Extraordinária, de medidas para garantir a continuidade do serviço de distribuição de energia elétrica durante a  pandemia do novo coronavírus. Entre as medidas está a proibição do corte de energia por falta de pagamento em residências e atividades comerciais consideradas essenciais, como hospitais, centros de hemodiálise e de armazenamento de sangue, unidade operacional de transporte coletivo, entre outros.  Veja um resumo das medidas:

19:01

DF tem primeira paciente curada de covid-19

O Distrito Federal registrou sua primeira paciente curada do covid-19: a advogada Daniela Teixeira, conselheira federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A cura foi registrada 19 dias após o contágio. As informações são da jornalista Ana Maria Campos, do Correio Braziliense.

15:29

OCDE afirma que coronavírus é uma "tragédia humana" sem precedentes para a economia

O secretário-geral da OCDE, Ángel Gurría, enviou uma carta ao ministro da economia brasileiro, Paulo Guedes, em que aponta a crise como uma "tragédia humana" sem precedentes para a economia. Segundo o secretário, o governo deve implementar gastos públicos maiores para empresas afetadas "para fortalecer a confiança do mercado e dos negócios". Ele frisa a necessidade de resposta fiscal "ousada, abrangente e transfronteiriça" por parte do governo. "Os custos de uma resposta política ambiciosa e inicial serão diminuídos pelos custos que os países e a economia global enfrentarão se fizermos muito pouco ou atrasarmos. Os ministros das Finanças do G20 e os presidentes do Banco Central devem agir com urgência e, ao fazer isso, podem contar com o total apoio da OCDE", afirmou.

14:12

Coronavírus: Índia inicia quarentena. EUA podem se tornar novo epicentro da pandemia.

A Índia, segundo país mais populoso do mundo, restringiu nesta segunda-feira (24) a circulação da sua população, bloqueando 80 distritos no seu território. Segundo os dados da universidade americana Johns Hopkins, são 519 casos confirmados e 10 mortes, no país.

Os Estados Unidos podem se tornar novo epicentro da epidemia de coronavírus, segundo a OMS, por conta da grande aceleração do número de casos no território. Atualmente, o país registra 46.805 casos confirmados, ficando atrás da China e da Itália com 81.591 e 63.927 casos respectivamente. A boa notícia é que a China vem registrando declínio da epidemia. A partir de amanhã (25) o governo vai afrouxar restrições de viagens aos locais onde a pandemia se originou. No momento, o mundo contabiliza 398.107 casos confirmados de covid-19 e 17.454 mortes decorrentes da doença.

14:10

Prefeito de São Paulo testou negativo para o coronavírus

Nesta terça-feira (24), o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, postou na sua conta nas redes sociais o resultado negativo do seu teste para covid-19. O estado de São Paulo tem sido o mais atingido pelo coronavírus no Brasil. Hoje, também foi divulgado o resultado negativo dos testes do governador do estado, João Doria, e do secretário estadual de saúde.

14:07

Primeiro-ministro japonês pede adiamento das olimpíadas

As Olimpíadas de Tóquio foram adiadas para 2021 após solicitação do primeiro-ministro do Japão, Abe Shinzo, ao Comitê Olímpico Internacional. A confirmação foi feita nesta terça-feira (24) pelo primeiro-ministro e posteriormente pelo próprio comitê, segundo informações do portal G1. A abertura dos jogos Olímpicos estava com a data prevista para no dia 24 de julho deste ano.

11:42

Foi publicado no Diário Oficial o fechamento temporário das fronteiras

Nesta segunda-feira (23) foi publicado no Diário Oficial da União o fechamento das fronteiras do Brasil por 30 dias para estrangeiros provenientes da China, União Européia, Reino Unido, Noruega, Islândia, Suíça, Irlanda do Norte, Austrália, Irã, Japão, Malásia e Coreia. A restrição não se aplica a estrangeiros: que são residentes no país, profissionais em missão ou à serviço de organismo internacional, ou cônjuge, filho ou pai de um cidadão brasileiro. As fronteiras terrestres foram fechadas na semana passada do país também estão fechadas. Veja a íntegra.

10:20

Doria testa negativo para coronavírus

Na manhã desta terça-feira (24), o governador de São Paulo, João Dória (PSDB-SP), divulgou na sua conta no Twitter o resultado negativo do seu teste para covid-19. São Paulo é atualmente o estado mais afetado pela epidemia no Brasil.



9:18

Casos de infecção chegam a 1.960 no Brasil

Segundo a atualização do portal G1, na manhã desta terça-feira (23) o Brasil chegou ao número de 1.960 casos confirmados de coronavírus, pela contagem feita conforme os dados das Secretarias de Saúde dos estados, atualizados na noite ontem. O Ministério da saúde contabiliza 1.891 casos confirmados e 34 morte por covid-19, 30 no estado de São Paulo e quatro no Rio de Janeiro.

Segunda-feira, 23 de março

19:45

Bandidos furtam 5 mil máscaras cirúrgicas de hospital em MG

Cinco mil máscaras cirúrgicas foram furtadas de um hospital de Betim, em Minas Gerais. Mesmo com a redução do estoque, a prefeitura garante ter equipamentos suficientes para garantir o abastecer as necessidades do municípios. As informações são do Portal G1.

18:55

David Uip está com coronavírus

O infectologista David Uip testou positivo para Covid-19. A informação foi confirmada pelo governador de São Paulo, Joao Doria (PSDB). Em diversas coletivas de imprensa, o médico aparecia ao lado do governador e do prefeito de São Paulo, Bruno Covas.

 

18:40

Governo de Minas Gerais vai investigar possíveis mortes causadas pelo covid-19

A Polícia Civil e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) vão abrir uma investigação para esclarecer uma denúncia anônima de que uma funerária em Belo Horizonte teria recebido corpos com atestados de óbito que registram sintomas similares aos do novo coronavírus. As informações são de uma reportagem do portal G1, assinada por Fernando Zuba.

Segundo o boletim de ocorrência, registrado pela PM, em um intervalo de tempo de 72 horas, cerca de 73 cadáveres chegaram à funerária. Destes 23 constam no atestado de óbito causas como: insuficiência respiratória aguda, pneumonia crônica e pneumonia aspirativa. E todos com faixa etária entre 50 e 90 anos de idade. Os idosos fazem parte do grupo de risco do covid-19..
As investigações tem como objetivo averiguar se as mortes foram mesmo causadas pelo vírus.

17:27

Sobe para 34 o número de mortes causadas pelo covid-19 no Brasil

O balanço divulgado na tarde de hoje pelo Ministério da Saúde mostra que o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil subiu para 1.891, de acordo com as informações repassadas pelos estados ao Ministério. Até o momento, 34 mortes estão confirmadas, sendo 30 no estado de São Paulo e quatro no Rio de Janeiro. Na ultima atualização feita na noite de ontem (22) tinham sido registradas, ao todo, 25  mortes.

De acordo com o Ministério, apesar de todos os estados do país terem registrado casos da doença, as regiões apresentam níveis diferentes de transmissão. Conforme informações divulgadas pela pasta, a região norte tem 3,1% do total de casos do Brasil. Já a região Sudeste representa o maior percentual com 60% dos casos.

Latam anuncia que vai fazer o transporte gratuito de profissionais da área da saúde 

17:18

A companhia aérea Latam anunciou que a partir de hoje os médicos, enfermeiros e demais especialistas envolvidos no combate à pandemia terão isenção total da tarifa aérea, pagando apenas a taxa de embarque. De acordo com a companhia, a medida tem como objetivo facilitar o acesso dos profissionais aos locais mais impactados com o novo coronavírus (covid-19).

A empresa também disse que disponibilizará às autoridades de saúde o transporte de suprimentos clínicos e equipamentos médicos necessários para combater a doença.

16:25

Ex- governador do Acre testa positivo para covid-19

O ex-governador e ex-senador do Acre, Jorge Viana comunicou nesta segunda que recebeu o resultado positivo do teste para o novo coronavírus (covid-19). Em uma postagem nas redes sociais ele diz que recentemente viajou do Acre para Brasília e que por ter frequentado aeroportos pode ter sido exposto ao vírus.

Ele também informou não apresenta os sintomas da doença e que está em isolamento residencial, conforme as orientações médicas.

Jorge Viana [Reprodução] Pedro França/ Agência Senado]
 

 

 

 

 

15:46

UnB decide suspender o calendário acadêmico 

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da Universidade Federal de Brasília (UnB) decidiu nesta segunda suspender por tempo indeterminado o calendário acadêmico do primeiro semestre deste ano.  A Universidade considerou que não possui a estrutura adaptada ao modelo de ensino à distância e que a aplicação dele causaria perda na qualidade do aprendizado.

Desde o último dia 12 a Universidade tinha substituído as atividades presenciais por exercícios domiciliares e atividades virtuais, sob a supervisão das unidades acadêmicas.

11:29

Casos de covid-19 chegam a 1.621, no Brasil

As Secretarias estaduais de Saúde atualizaram os números de casos confirmados de infecção por coronavírus, na manhã desta segunda-feira (23). Segundo o portal G1, são 1.621 casos confirmados estão espalhados por todo o território nacional. O Ministério da Saúde confirma que já acontece transmissão sustentada em todo o país. A atualização feita pela pasta, na tarde do domingo (22) contabilizava 1.546 casos confirmados e 25 mortes, 22 delas no estado de São Paulo e três no Rio de Janeiro. Para o ministério, a previsão é que os casos disparem em abril e o sistema de saúde entre em colapso.

Domingo, 22 de março

12h40

Mandetta defende adiar eleições

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, defendeu em reunião por videoconferência com prefeitos que as eleições municipais de 2020 sejam adiadas por conta da crise do coronavírus.

Mandetta também sugeriu que sejam prorrogados os mandatos dos atuais vereadores e prefeitos. "Faço aqui até uma sugestão. Está na hora de o Congresso falar: 'adia', faz um mandato desses vereadores e prefeitos. Eleição no meio do ano... uma tragédia, por que vai todo mundo querer fazer ação política", disse.

12h00

Cidade de Deus tem 1º caso confirmado

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro confirmou o primeiro caso de coronavírus na comunidade de Cidade de Deus, uma das maiores favelas dA zona oeste da cidade de Rio de Janeiro. O começo da infecção nas favelas é uma das maiores preocupações de gestores públicos devido às péssimas condições sanitárias e de acesso a serviços básicos de saúde.

Sábado, 21 de março

18h30

Ceará é o 4º estado do país com casos confirmados e o 1º do Nordeste

O Ceará registrou 84 casos confirmados de acordo com boletim da Secretaria de Saúde do estado divulgado no sábado (21). O número é o maior da Região Nordeste e o quarto de todo o país, perdendo apenas para São Paulo (459), Rio de Janeiro (119) e Distrito Federal (108). As informações são de balanços da secretarias estaduais de Saúde.

As primeiras confirmações da doença no estado foram na segunda-feira (16), na época eram três casos.

Estão infectadas autoridades políticas do estado como o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), o seu irmão, o senador Prisco Bezerra (PDT-CE), e a vice-governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT-CE).

 

17h20

1028 casos e 18 mortes

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram 1028 casos de coronavírus no Brasil. O único estado que permanece sem caso confirmado é Roraima. São 18 mortes, 15 em São Paulo e 3 no Rio de Janeiro.

Sexta-feira, 20 de março

19:00

Ministério da Saúde declara estado de transmissão comunitária em território nacional do covid-19

Em uma portaria publicada hoje, a pasta anunciou a transmissão comunitária do novo coronavírus (covid-19) em todo o território nacional. Isso ocorre quando não é mais possível saber a origem de cada infecção.

A pasta também decreta que deverá ser adotada como "medida não-farmacológica, o isolamento domiciliar da pessoa com sintomas respiratórios e das pessoas que residam no mesmo endereço, ainda que estejam assintomáticos, devendo permanecer em isolamento pelo período máximo de 14 dias".

15:29

Lojas Renner fecham as portas por conta do coronavírus

Com o coronavírus, muitos estados suspenderam as aulas e tomaram medidas mais severas para evitar o aumento da transmissão. As Lojas Renner anunciaram o fechamento das suas unidades físicas pelo Brasil e no exterior por tempo indeterminado.

Boticário doa álcool em gel para saúde pública em Curitiba

Em Curitiba, o Boticário decidiu doar 1,7 toneladas de álcool em gel e 78% da linha de cosméticos para o sistema de saúde pública da cidade.

10:58

Outros quatro integrantes da comitiva do Bolsonaro estão com coronavírus

Foi confirmado que mais quatro integrantes da comitiva do presidente Bolsonaro que viajou para os Estados Unidos estão infectados pelo covid-19. Entre eles estão o assessor internacional da Presidência, Filipe Martins; o chefe da ajudância de ordens, Major Cid; o diretor do Departamento de Segurança da Presidencial, Coronel Suarez; e o chefe do Cerimonial, Carlos França. O número de pessoas infectadas que viajaram com o presidente chega a 22.

Os quatro permaneciam em isolamento após contato com o chefe da Secom, Fábio Wajngarten, primeiro caso confirmado na comitiva. Martins e Wajngarten voltaram para o Brasil na quarta-feira (11) na mesma aeronave que o presidente Jair Bolsonaro.

10:30

Tráfego na internet praticamente dobrou um 3 dias de quarentena

As redes de telefonia registram um aumento de 40% no tráfego de internet banda larga, nestes três primeiros dias de quarentena. As empresas registram ao longo do dia picos que eram comuns em determinados horários, o que gera uma preocupação de sobrecarga. Caso o consumo chegue a um ápice de 150% ou 200% geraria falência da rede. Governadores solicitaram conexões mais potentes em 5 estados, entre eles, São Paulo, Bahia, Rio de Janeiro, Amazonas, Goiás, e mais o Distrito Federal. A medida de precaução visa permitir uma estrutura para que o ensino seja restabelecido por meio de vídeoconferência.

8:52

Empresas fabricantes de testes rápidos esperam vender 640 mil kits no Brasil

Seis empresas fabricantes de teste rápidos para Covid-19, aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), têm a expectativa de vender 640 mil kits no território brasileiro. Ainda sem data prevista para entrega, as empresas dependem de importações da China para a produção dos kits. Segundo o portal G1, no total, 2,5 mil testes foram efetuados no país, até o momento. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) afirma que a distribuição dos testes deve chegar a 50 mil, segundo o portal.


Quinta-feira,  19 de março

19:40

Covid-19 já matou mais na Itália que na China 

O número de mortos pela pandemia de coronavírus na Itália nas últimas 24 horas em 427 e chegou 3.405. Com isso o país europeu superou o total de mortes registradas até agora na China, onde morreram 3.245 pessoas.

18:37

Líder do PT cobra providências para a remoção de brasileiros no exterior

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), manifestou preocupação com a situação de brasileiros que estão em viagem de turismo no exterior e não podem retornar ao Brasil, em decorrência do agravamento da crise provocada pelo coronavírus. Verri cobrou do Itamaraty providências para ajudar centenas de brasileiros que querem retornar ao Brasil e estão impossibilitados.

13:53

Governo do Rio de Janeiro confirma segunda morte por coronavírus

A Secretaria de Estado de Saúde do  Rio de Janeiro confirmou na tarde de hoje o segundo óbito por covid-19 .  A vítima é um homem idoso de 69 anos e morador de Niterói. Ele era diabético e hipertenso e apresentou os primeiros sintomas, como febre, tosse e mialgia, na última quarta (11). Ele teve contato com caso confirmado que viajou para o exterior.

Até o momento, o estado do Rio registra 65 casos, distribuídos nas seguintes cidades: Rio de Janeiro (55), Niterói (7) Barra Mansa (1), Miguel Pereira (1) e Guapimirim (1), conforme dados da Secretaria de Saúde. Com esse novo caso, o Brasil possui ao todo seis óbitos decorrentes do coronavírus, sendo quatro em São Paulo, confirmados ontem (18), e dois no Rio de Janeiro, que foram confirmados hoje.

13:19

Álcool gel a preço de fábrica em São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou um acordo para vender álcool gel a preço de fábrica em São Paulo.

11:40

Caixa reduz juros e pausa dívidas de clientes

Diante da pandemia de covid-19, a Caixa Econômica anunciou medidas para amortecer o impacto da doença sobre a economia. Veja os principais pontos

Ações para pessoas físicas: possibilidade de pausa de até 60 dias nas operações parceladas de crédito pessoal; ampliação das linhas de crédito consignado; redução de taxa de juros nas linhas de crédito pessoal; disponibilização gratuita do cartão virtual de débito Caixa aos mais de 100 milhões de correntistas e poupadores, que possibilita compras online nos sites de e-commerce; renovação do contrato de penhor diretamente no site da CAIXA e canal Telesserviço.

Ações para empresas: redução de juros de até 45% nas linhas de capital de giro; disponibilização de carência de até 60 dias nas operações parceladas de capital de giro e renegociação; disponibilização de linhas de crédito especiais, com até seis meses de carência, para empresas que atuam nos setores de comércio e prestação de serviços, mais afetadas pelo momento atual

10:53

Infecção por coronavírus, em todo o Brasil, chega a 532 casos

O número de casos de infecção por coronavírus chega a 532 espalhados por 20 estados pelo Brasil. Até o momento foram contabilizadas 4 mortes no país. As informações seguem a contagem feita pelas Secretarias de Saúde estaduais publicada pelo portal G1. No mundo, são contabilizados 207.855 casos confirmados e 9.000 mortes em 166 países, até o momento. A China anunciou nesta quarta-feira (18) que não registrou nenhum novo caso de infecção, pela primeira vez desde o início da pandemia.

10:45

Alcolumbre recebe alta após passar a noite internado

Com covid-19, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) passou a noite internado e recebeu alta na manhã desta quinta (19). Veja íntegra da nota à imprensa:

O presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, realizou, na noite de quarta-feira (18), no Hospital Sírio Libanês de Brasília, uma tomografia para acompanhar a evolução da infecção por Covid-19. Por recomendação médica, Davi Alcolumbre ficou em observação no local e recebeu alta na manhã desta quinta-feira (19). O presidente do Senado permanecerá em casa, em  isolamento, de acordo com as orientações médicas.

9:10

Governo do Distrito Federal proíbe atendimento ao público nos Bancos

O governo do Distrito Federal publicou mais um decreto para conter o coronavírus na Capital Federal. A medida foi divulgada no Diário Oficial, na noite desta quarta-feira (18), determinando que bancos públicos e privados ficam proibidos de fazer atendimentos ao público em geral, somente continuam os atendimentos relacionados aos programas bancários voltados para as consequências econômicas do coronavírus e para pessoas com doenças graves. A alternativa é usar formas de atendimento remoto como virtual e por telefone.


Quarta-feira, 18 de março
21:01

Ministério da Saúde confirma 4 mortes no Brasil

As quatro mortes registradas oficialmente ao Ministério da Saúde estão no estado de São Paulo. Há 428 casos confirmados e outros 11.278 casos suspeitos estão em investigação.

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, esteve em Belém (PA), nesta quarta-feira (18), para encerramento da capacitação dos 27 laboratórios públicos do país. Na ocasião, o secretário afirmou que as medidas para enfrentamento ao coronavírus são de responsabilidade de todos.

18:14

Presidente do Congresso testa positivo para covid-19

O senador, Davi Alcolumbre (DEM-AP) foi infectado pelo novo coronavírus. Alcolumbre havia feito um exame que resultou negativo, porém, o resultado de um novo teste feito na noite de ontem (17) deu positivo para o vírus. Segundo informações da assessoria de imprensa do senador, ele está "sem sintomas severos e segue em isolamento domiciliar".

Alcolumbre é o terceiro parlamentar a testar positivo para covid-19.

16:56

Governador do DF amplia lista de restrições e fecha boates e shoppings

Decorrente a pandemia do novo coronavírus, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha decretou na tarde de hoje a suspensão do atendimento ao público em shoppings centers, feiras populares e clubes. Outros espaços como, Zoológico, parques ecológicos recreativos, urbanos e vivenciais, além de boates e casas noturnas também não poderão funcionar.

As novas medidas foram publicadas em edição extra do Diário Oficial do DF e está em vigor pelo prazo de 15 dias, contando a partir do último sábado (14).

16:26

Sobe para três o número de mortes por covid-19 no Brasil

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo confirmou hoje mais duas mortes no estado de São Paulo causadas pelo coronavírus. Com esses novos óbitos, sobe para três o número de mortes causadas pelo vírus no Brasil.

16:02

Aumenta o número de infectados que estiveram na comitiva presidencial aos EUA

Dois ministros do governo Bolsonaro testaram hoje positivo para covid-19. São eles Bento Albuquerque, do Minas e Energia e Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional. Com esses novos casos confirmados, pelo menos 16 pessoas que estiveram na comitiva presidencial rumo aos Estados Unidos e que estiveram em contato com o presidente, Jair Bolsonaro foram infectadas.

14:24

Bolsa cai e aciona circuit breaker pela sexta vez no ano

Após o Ibovespa registrar uma queda de 10,26% no início da tarde de hoje o circuit breaker teve que ser acionado novamente e as negociações ficaram suspensas por meia hora.

13:42

Doria anuncia fechamento de todos os shoppings em São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), anunciou hoje o fechamento de shoppings e academias na região metropolitana de São Paulo. A medida preventiva contra o coronavírus estará em vigor entre os dias 23 de março e 30 de abril e não engloba estabelecimentos do interior e do litoral paulista.

12:50

Bolsonaro cancela reunião após confirmação de infecção de Heleno

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cancelou a reunião ministerial que estava agendada para a tarde desta quarta-feira (18). O cancelamento veio após a confirmação de que o ministro General Heleno (GSI), está com covid-19. O encontro reuniria os 22 ministros do governo.

12:40

Presidente do Santander Portugal morre por COVID-19

O presidente do banco Santander Portugal, António Vieira Monteiro, veio a óbito nesta quarta-feira (18) em decorrência da infecção por coronavírus. Segundo a imprensa local, ele estava em quarentena e morreu no hospital Curry Cabral, em Lisboa.

Brasileiros não estão levando pandemia a sério, diz diretora da OMS

A diretora-assistente da OMS em Genebra, Mariângela Simão afirmou, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, que os brasileiros parecem não estar levando a pandemia na seriedade que precisa. "Eu tenho visto muito nas redes sociais, no Brasil, pessoas minimizarem o risco", pontua a médica curitibana.

Para ela, esta pandemia se torna mais grave do que a do H1N1 por se tratar de um vírus completamente novo e não de uma mutação e explicou que não há uma previsão para o término desta crise "é irreal pensar que [a crise] vai acabar logo",afirmou.

11:43

Atualização dos números de infectados no país e mundo

Nesta quarta-feira (18) foram registrados 200 mil casos de coronavírus no mundo e pelo menos 8 mil mortes. Na China estão concentrados 40% dos casos confirmados no mundo e a Itália somam 15% dos casos mundiais, o país é o epicentro de epidemia na Europa. No Brasil o número de casos confirmados chega a 350.

Ministro da Educação convoca o retorno das aulas dos estudantes das áreas de saúde

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, pede que gestores revejam a suspensão das aulas dos estudantes da área de saúde, "para que nós consigamos acionar estes alunos, caso necessário, para que eles nos ajudem a enfrentar e assistir aos brasileiros que ficarem doentes", afirmou o ministro em um vídeo publicado nas suas redes sociais na noite desta terça-feira (17).

07:33

Governo do Distrito Federal decreta ponto facultativo

O Governo do Distrito Federal decretou ponto facultativo para os servidores da administração pública direta e indireta nos dias 18, 19 e 20 de março. A medida é aplicada para prevenir a disseminação do novo coronavírus na capital que, segundo a Secretaria de Saúde, tem 22 casos diagnosticados. A pausa nas atividades não se aplica às áreas de saúde, segurança, vigilância sanitária, comunicação e órgãos de fiscalização do consumidor, que devem seguir instruções das chefias.

Terça-feira, 17 de março

21:19

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) enviará para o Congresso Nacional um pedido para o reconhecimento de Estado de Calamidade Pública, que deve durar até 31 de dezembro de 2020. Se aprovado pelo Congresso, o governo não precisará mais cumprir as metas fiscais. A meta para 2020 é de deficit de 124,1 bilhões.

O estado de calamidade também abre caminho para que não haja contingenciamento daqui para frente, mas não desobriga o cumprimento da regra de ouro nem do teto de gastos.

19:26

Credit Suisse reduz para zero crescimento do Brasil em 2020

O banco Credit Suisse revisou a projeção de crescimento do  Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil neste ano para 0%. Na avaliação dos economistas, a atividade econômica no primeiro trimestre do ano foi menos afetada pelos impactos do coronavírus, já que o país foi um dos últimos a apresentar a disseminação da doença. O Santander também fez uma expectativa retraída e espera um decréscimo de 0,2% no PIB brasileiro do primeiro trimestre e de 0,4% no período seguinte.

18:30

Senador Mecias pede o fechamento das fronteiras de Roraima

Sem respostas do governo federal, o senador Mecias de Jesus pediu à Procuradoria Geral da República que feche as fronteiras de Roraima. Ele afirma que o estado não possui "as mínimas condições de lidar com um eventual número de contaminações" causadas pelo covid-19.

17:33

Dinheiro dos partidos para o combate ao coronavírus

A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) protocolou o Projeto de Lei n° 663/2020 que destina os recursos dos fundo eleitoral e partidário para o combate e a prevenção ao novo coronavírus. O partido Novo, junto a colegas de outras siglas, protocolaram o PL 647/2020 que possibilita o saque do saldo do FGTS em casos de estado de emergência ou calamidade pública.

17:28

Ambev anuncia que vai produzir álcool em gel para doar a hospitais público

A empresa brasileira de bebidas anunciou que vai usar as linhas de sua cervejaria em Piraí, no Rio de Janeiro, para produzir etanol e garrafas. A proposta é engarrafar 500 mil unidades de álcool em gel, que serão doadas a hospitais públicos em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

 17:20

Deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC)

Segundo deputado federal infectado

Após apresentar alguns sintomas do covid-19, o deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC) realizou a contraprova que detectou resultado positivo para o novo coronavírus. Ele esteve com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a viagem para os Estados Unidos.

 

15:20

Governador de Goiás anuncia fechamento do comércio

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), anunciou que vai publicar um decreto que determina o fechamento do comércio no estado como forma de contenção do coronavírus. Na segunda-feira (16), o governador afirmou que apenas supermercados e farmácias ficarão abertos na região.

 14:55

Bolsonaro faz teste pela segunda vez

Cinco dias após anunciar o resultado negativo para o covid-19, o presidente Jair Bolsonaro foi submetido a novos testes. A informação foi confirmada na tarde de hoje pelo porta-voz da presidência. Os resultados do exame devem sair na próxima quarta (18).

10:50

Primeira morte por covid-19 no Brasil

O governo de São Paulo confirmou a primeira morte por covid-19 no Brasil. Trata-se de um homem de 62 anos que tinha diabetes, hipertensão e hiperplasia prostática. Ele estava internado em um hospital particular na cidade de São Paulo. Segundo o governo de São Paulo, ele não havia viajado para fora do Brasil e começou a se sentir mal no último dia 10 (terça) e foi internado 4 dias depois.

10:30

Aumenta a preocupação com a doença em presídios

O temor de que o coronavírus chegue aos presídios brasileiros está gerando as primeiras consequências. Após a suspensão de visitas determinada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, rebeliões foram registradas em diversas unidades prisionais. Por outro lado, há um grupo de advogados pedindo que presos que estejam nos grupos de risco sejam liberados para cumprir prisão domiciliar.

9:12

Estado de emergência em São Paulo

A prefeitura de São Paulo decretou estado de emergência no município. A nova norma permite compras sem licitação para produtos de combate à pandemia, requisição de bens e serviços de particulares e outras medidas de combate ao coronavírus.

00:27

Primeiro deputado federal infectado

O deputado federal, Cezinha de Madureira é pastor da Assembleia de Deus. Foto: Ag. Câmara

 

O coronavírus já chegou às duas casas do Congresso Nacional. Depois de o senador Nelsinho Trad (PTB/MS) testar positivo para Covid-19, o deputado Cezinha de Madureira (PSD-SP), que teve contato com o senador, também confirmou estar infectado pelo vírus.

 

> Coronavírus: prevenção, sintomas e o mapa atualizado da covid-19

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!