Coronavírus: Congresso suspende visitas, eventos e viagens de parlamentares

As duas Casas do Congresso Nacional definiram nesta quarta-feira (11) procedimentos e regras de prevenção à transmissão do coronavírus (Covid-19) nas dependências do edifício.

O acesso à Câmara e ao Senado ficará restrito a congressistas, servidores, terceirizados, profissionais de veículos de imprensa, assessores de entidades e órgãos públicos, representantes de instituições de âmbito nacional, estagiários, menores aprendizes e empregados que prestam serviços.

> Ministério da Saúde pede a quem estiver gripado que não vá a atos do dia 15

Ficam suspensos sessões solenes, eventos de lideranças partidárias e de frentes parlamentares, visitas institucionais e outros programas patrocinados pelas Casas.

Também estão suspensas as viagens em missão oficial de parlamentares e servidores. No caso da Câmara, a suspensão é para locais onde houve infecção Covid-19, conforme lista do Ministério da Saúde. Já no caso do Senado, são suspensas as viagens ao exterior de modo geral.

Parlamentares, servidores e demais colaboradores que tenham estado em áreas onde houve infecção deverão ser afastados por  até 14 dias, a contar da data de regresso. A orientação para servidores que precisarem manter afastamento é de, sempre que possível, realizar teletrabalho.

Durante o período de afastamento, os parlamentares, servidores e colaboradores não poderão se ausentar do Distrito Federal ou local de residência e, em se tratando de deputado e senador, também do estado de origem.

Ações específicas do Senado

O Senado adota maiores cautelas em relação àqueles que tenham tido contato com casos suspeitos. Os senadores, servidores e demais colaboradores do Senado que tenham mantido contato próximo com casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 e não apresentem sintomas respiratórios ou febre serão afastados administrativamente por até 14 (quatorze) dias, a contar da data do contato.

O Senado adotará medidas para aumentar os locais e quantidades para disponibilização de álcool gel e intensificar a limpeza e desinfecção de superfícies nas dependências da Casa. A Câmara já vem adotando tais medidas desde o início da semana.

O Senado também criou o comitê de acompanhamento e controle do Covid-19, cuja composição e normas de funcionamento ainda não foram definidas.

OMS declara pandemia

Nesta sexta, foi elevado o estado da contaminação pelo coronavírus para pandemia. O anúncio foi feito pelo diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom.

O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que esta declaração não muda as medidas, pois, segundo ele, o país já faz o monitoramento das áreas atingidas e já mantém as iniciativas e protocolos anunciados.

Guedes apoia redução de vereadores e fim de piso para saúde e educação


Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!