AstraZeneca suspende teste de vacina de covid-19 por reação adversa grave

O laboratório AstraZeneca suspendeu os testes da fase 3 da vacina contra covid-19 desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford. De acordo com o site Stat News, especializado em notícias de saúde e ciência, os testes causaram reação adversa grave em um dos voluntários no Reino Unido.

De acordo com o site, um porta-voz do laboratório descreveu a pausa como “uma ação de rotina que deve acontecer sempre que houver uma doença potencialmente inexplicada em um dos testes, enquanto ela é investigada, garantindo a manutenção da integridade dos testes”. O porta-voz também disse que a empresa está “trabalhando para agilizar a revisão do evento único para minimizar qualquer impacto potencial no cronograma do teste”.

O laboratório firmou recentemente uma parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para produzir o imunizante no Brasil. O país já está testando voluntários e o governo federal abriu crédito de cerca de R$ 2 bilhões para a Fiocruz receber, processar, distribuir e passar a fabricar a vacina, além de transferir tecnologia para Bio-Manguinhos.

> Saúde anuncia parceria com Oxford para produção de vacina contra covid-19

Por meio de nota a Anvisa disse que a decisão foi do próprio laboratório, que comunicou os países participantes sobre sua decisão. "A Anvisa já recebeu a mensagem de suspensão enviada pelo laboratório, já que o Brasil é um dos países do mundo que participa do estudo global. A Agência aguarda o envio de mais informações sobre os motivos da suspensão para analisar os dados e se pronunciar oficialmente".

A Fiocruz também disse ter sido informada pelo laboratório sobre a suspensão dos testes clínicos em fase 3 e disse que vai acompanhar os resultados das investigações sobre possível associação de efeito registrado com a vacina para se pronunciar oficialmente.

> Governo libera R$ 1,9 bilhão para produção de vacina contra covid-19

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!