Covid-19: senadora volta ao trabalho com sequelas após meses de tratamento

Após passar três meses afastada do Senado devido a complicações causadas pelo novo coronavírus, Mara Gabrilli (PSDB-SP) retornou ontem (18) às atividades parlamentares. Em entrevista exclusiva ao Congresso em Foco, a  senadora afirmou que ainda se recupera das sequelas do vírus e criticou  Jair Bolsonaro na gestão da crise causada pela pandemia no país.

“Toda pessoa investida em um cargo público tem o dever de dar exemplo. E, infelizmente, nosso presidente não tem dado um bom exemplo à população brasileira”, defende Mara.

A senadora acredita que a perda do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pesou "negativamente para o controle da pandemia” e aponta que “muitas vidas poderiam ter sido preservadas” desde a chegada da covid-19 ao país, se o governo tivesse seguido os protocolos de Mandetta. “Hoje estamos há três meses com um ministro interino. É desolador”, lamenta. 

A parlamentar está com a voz comprometida por consequência da fadiga ocupacional causada pela covid-19 e, por enquanto, não irá discursar nas sessões remotas da Casa. “Dá pra imaginar o medo que sinto em perder não apenas minha principal ferramenta de trabalho, mas minha principal forma de me movimentar, que é a minha voz? Já iniciei a reabilitação e em breve espero estar 100% recuperada”, diz.

Segundo a senadora, o pulmão não foi comprometido durante a contaminação pelo vírus, mas outros sintomas como espasmos, dores pelo corpo e perda de memória foram algumas das dificuldades enfrentadas.  “As dores são chatas, por vezes eu não tinha controle do meu corpo. Mas sempre foquei nos ganhos que ia tendo, em cada etapa conquistada, em cada dor a menos. Acho que trago isso desde que sofri o acidente, há 26 anos. Ter perdido os movimentos do corpo nunca pesou tanto pra mim, sempre foquei em me reabilitar e em cada ganho conquistado”, relata.

Atividade parlamentar

Mesmo em recuperação e afastada do parlamento, a senadora não deixou completamente as atividades do Senado. Por meio de sua equipe, diz, conseguiu acompanhar os trabalhos da Casa e dialogar com os colegas. Ela reforça que desde o início da pandemia apresentou mais de 20 projetos para minimizar os efeitos da crise.  Dois deles foram aprovados no Senado e tramitam na Câmara dos Deputados. O  PL 2113/2020, que proíbe restrição de cobertura em seguros de vida e de assistência médica, e o PL 2178/2020, que garante transporte para cuidadores de pessoas idosas, com deficiência ou com doenças raras.

“É natural que agora, nesse momento que o Brasil passa, nosso trabalho esteja voltado prioritariamente para as questões mais pungentes. Afinal, a pandemia tem levado vidas e também a comida do prato de muitos brasileiros”, diz.

Em uma publicação em suas redes sociais, a senadora agradeceu a todos que torceram pela sua recuperação, disse ser um “privilégio” estar viva em meio aos cem mil mortos por covid-19 e se solidarizou com as famílias que perderam alguém para o vírus, que classifica como "avassalador”. Mara também agradeceu sua equipe e os demais senadores, que ajudaram na aprovação dos projetos.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Gratidão 🙏🏻💙 ... Após quase três meses trabalhando remotamente e driblando no dia a dia as fortes sequelas da Covid-19, retorno nesta semana às sessões do Senado. Quero agradecer a todos que torceram pela minha recuperação. As energias positivas emanadas por vocês foram muito importantes para mim. Volto às sessões virtuais do Senado, mas continuo meu trabalho na reabilitação. Ainda tenho sequelas da Covid a tratar, inclusive em minha fala, pois venho sofrendo de fadiga ocupacional e incoordenação pneumofonoarticulatória.Trocando em miúdos, minha voz está falhando. Por isso mesmo o meu retorno, por enquanto, será mais silencioso. No momento, meu sentimento é de muita gratidão. Estar aqui, viva, é um privilégio que mais de cem mil brasileiros não tiveram. Deixo aqui meus sentimentos mais profundos àqueles que perderam alguém por esse vírus avassalador. Saibam que me manterei incansável trabalhando por aqueles que mais foram impactados nessa pandemia. Obrigada à minha equipe mara, um time que leva à risca meu ideal de mandato: melhorar a vida das pessoas. Mesmo não participando das sessões virtuais do Senado, não teve um dia sequer que deixei de atuar pelo estado de São Paulo e pelo Brasil. Minha assessoria me acompanhou em todo esse processo, o que me permitiu manter o ritmo legislativo do nosso trabalho a todo vapor. Aliás, já diagnosticada com a Covid-19, conseguimos aprovar dois projetos de minha autoria para contornar a crise gerada por essa pandemia. Isso só foi possível porque pude contar com o apoio de meus colegas senadores, que foram céleres, generosos e humanos. Obrigada também aos profissionais de saúde que me acompanharam desde o diagnóstico até aqui. Estendo esse agradecimento a todos os profissionais de saúde do Brasil, que vêm lutando bravamente para salvar vidas. Ainda tenho um caminho a percorrer para ficar 100% e o Brasil também tem. Por isso, contem comigo para sairmos dessa juntos! #PraCegoVer #PraTodosVerem: Mara posa em frente a um grande quadro na parede. Ela está com uma expressão alegre. No quadro há uma “cachoeira de arco-íris” que termina atrás da cabeça dela.

Uma publicação compartilhada por Mara Gabrilli (@maragabrilli) em


Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!