Congresso em Foco

Temer ficará no máximo mais quatro meses no cargo, preveem líderes do Congresso

01.06.2017 18:37 13
Atualizado em 27.07.2021 14:32

Reportagem Em

13 respostas para “Temer ficará no máximo mais quatro meses no cargo, preveem líderes do Congresso”

  1. Fantomas disse:

    Está bem. E pôr quem no lugar? O PCC?

  2. ricardoluiz silvacosta disse:

    Eu entendo que FORA DA CONSTITUIÇÃO NÃO HÁ SALVAÇÃO. Chega de emenda constitucional se ainda não cumprimos sequer 1/3 de seus 250 artigos. E a luz da Constituição Federal o congresso nacional tem legitimidade democrática para eleger o (a) presidente tampão até às próximas eleições gerais do ano que vem (2018).

  3. Eduardo De Paula Barreto disse:

    ASCENSÃO E TOMBO
    .
    Hoje vim trazer-lhes flores
    Com pétalas disformes
    Flores secas sem olores
    E também sem pólen
    Para separar as páginas
    Da biografia trágica
    Que retrata o assombro
    Da história com o título:
    ‘O Presidente ilegítimo
    Ascensão e tombo’.
    .
    Um parasita contumaz
    E mero ser decorativo
    Acostumado a ficar atrás
    Dos poderosos políticos
    Para longe das câmeras
    Fazer tramoias e chicanas
    Mantendo a nefasta figura
    De vampiro monetário
    Que suga o erário
    Passando longe das urnas.
    .
    Traidor-mor da República
    Que como reles facínora
    Superou o miserável Judas
    Ao dar um beijo em Dilma
    Entregando-a aos criminosos
    Que com acordos ardilosos
    Abreviaram o seu mandato
    Para em troca de favores
    Retirarem dos trabalhadores
    Os direitos conquistados.
    .
    Ao ver-se envolto em denúncias
    E execrado pela plateia
    Negociou a sua renúncia
    Para safar-se da cadeia
    Propôs entrar para a história
    Como ícone da escória
    Contanto que longe do cárcere
    Mas o povo disse sem medo:
    ‘De Judas faça arremedo
    E pendure-se numa árvore’.
    .
    Eduardo de Paula Barreto
    02/06/2017
    .

  4. Damir disse:

    Interessante, no B rasil são os homens que preveem, não a Constituição..
    Seriam esses homens aluguns tipo “semi-deuses”?

  5. O ELEFANTE NA SALA disse:

    O pedido de vista do ministro Morais sinaliza o que vai acontecer no TSE, dando eficácia (temporária) aos esforços do “fica Temer”. Mas atenção: se o homem da mala for preso, a próxima semana é a última do “consertador” da economia. Não tanto por eficiência do sistema anticorrupção, mas simplesmente porque Rocha Loures, por motivos pessoais, vai entrar em pânico, e dar com a língua nos dentes. Aí então, byé Temer…

    • Damir disse:

      Se o ex deputaedo Roc Loures tiver posição sememlhante a do ex deputado Euduardo Cunha, isto é, praticar a “lwealdade” aos “companheiros”, não vai sair nada

  6. walmir disse:

    Fica Temer…voce e um genio em administrar o bananistão…kkkkkk…
    Silvio Santos vem ai….la la……la la la….

  7. Valdir disse:

    CF, dê uma revisada aí porque tem resultado que soma 101%.
    Eu hein!

    • Fábio Brandão disse:

      Não há problema dar 101%. Pelo arredondamento isso sempre pode acontecer.

      Suponhamos que se entrevistem 1000 pessoas, que 507 acham que o Temer cai, 407 acham que o Temer conclui o mandato e as 86 restantes não opinaram. 507+407+86 = 1000.

      Agora transforme isso para porcentagem sem casas decimais, como está na matéria acima:
      507/1000 se arredonda para 51%, 407/1000 se arredonda para 41% e 86/1000 se arredonda para 9%. Sendo assim, temos que 51+41+9 = 101, mas o arredondamento está absolutamente correto. Errado seria arredondar para menos um valor que está mais próximo do numeral exato acima apenas para manter um preciosismo bobo de “tem que somar 100%”

      • Valdir disse:

        Até concordo contigo que nesse caso foi um “preciosismo”, por se tratar de uma simples matéria, mas não bobo. Às vezes é indispensável o uso das casas decimais. Dois exemplos são os Balanços Patrimoniais das Empresas (Ativos x Passivos = 0,00000) e outro são as eleições. Suponha uma eleição entre 2 candidatos com 987 votos válidos. Um recebe 494 votos e outro 493. 494+493=987.
        Se desconsiderarmos as casas decimais e usarmos o arredondamento, os dois candidatos ficarão com 50% cada um. E isso acontece, como ocorreu nas últimas eleições que tivemos prefeitos (acho que 2) eleitos por 1 voto de diferença.
        Mas nesse exemplo somos “obrigados” a usar as casas decimais, que mostrará que o eleito teve 50,05% e o derrotado 49,95%.

        • Fábio Brandão disse:

          Existem casos que, pelo arredondamento, é impossível a soma das 100% exatamente. Se colocar 1 casa decimal a soma pode dar 100,1%, se colocar duas pode dar 100,01%…

          Divida algo em 6 partes iguais e tente fazer somar 100% quando colocado em porcentagem.

          Simplesmente não há erro quando uma soma, por questões de arredondamento, não é 100%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via