Congresso em Foco

Veja quanto custam um deputado e um senador

19.07.2014 13:00 13
Atualizado em 20.07.2014 16:50

Reportagem Em
Publicidade

13 respostas para “Veja quanto custam um deputado e um senador”

  1. Valdemir Bonaparte disse:

    GOSTARIA DE PEDIR PARA OS SENHORES E SENHORAS PARLAMENTARES QUE FAÇAM UMA REVISÃO DOS CUSTOS PARA O BRASIL.
    É UMA VERGONHA GANHAREM TANTO DINHEIRO E QUEM COLOCA VOCÊS AI NÃO TEM NENHUM RETORNO, QUE OS FAÇA GANHAR TANTO DINHEIRO

  2. Túlio Souza disse:

    Desculpem o meu manifesto mas é pura indignação, pois tenho um filho especial, gasto muito com medicamentos pra sobreviver e não recebo benefício nem um do Governo, só me suga o pouco que ganho e pelo menos me isentasse do imposto de renda ou pelo menos cobrasse bem menos mas eles não ten dó nem piedade de ninguém só pensam nos seus benefícios é triste mais é essa a nossa realidade por isso que hoje sou a favor até de uma intervenção Militar pra acabar com a farra do desperdício do dinheiro público e essa insana corrupção.

  3. Túlio Souza disse:

    O Brasil é pobre em saúde, educação, segurança pública, saneamento básico e ciência e tecnologia, obras Públicas que se fazem necessário a população justamente por causa do desperdício do dinheiro público com o legislativo e além de ser um exagero no número de parlamentares, ainda são escandalosamente bem remunerados e ainda recebem um fortuna para seus gabinetes criando assim cabides de emprego sanguessugas e nós que pagamos toda essa cambada e por essas e outras, que o nosso pais nunca vai decolar para um desenvolvimento e crescimento para termos uma melhor qualidade de vida. Não se iludam com os Políticos, pois esses jamais iram mudar esse quadro, pois se esta bom pra eles, pra que mudar e o povo que se ferre.

  4. Túlio Souza disse:

    Pessoal, não é só a corrupção que estava quebrando o nosso pais, são os gastos dos três poderes Executivo, legislativo e Judiciário, esses sim são os maiores sanguessugas da nossa nação, são milhões e milhões gastos mensalmente isso é um baita desperdício do nosso dinheiro que pagamos com os impostos, eu por exemplo; sou um aposentado assalariado que é descontado imposto na fonte e o valor que é descontado na fonte, eu poderia pagar um financiamento da casa própria enquanto eles ficam cada vez mais ricos e alguns até milionários eu como vocês cada vez mais pobres, isso é uma vergonha.

  5. Antonio Caser disse:

    CONTINUEM VOTANDO NELES…

  6. ddiego disse:

    Vamos fazer panelaço, contra tudo… Mês que vem a Dilma cai, e vamos ficar na mão desses pilantras.. não podemos também temos de exigir que eles reduzam o seu ônus.. não basta tirar o pt.. temos de exigir vergonha na cara desses políticos de todos os partidos.

  7. martins m disse:

    Bobo somos nós que votamos neles..

  8. Monique disse:

    Meus concidadãos escrevem coisas sensatas aqui em baixo, que tenho certeza que nenhum dos maus-caracteres políticos se dará ao trabalho de ler. Por isso, serei breve, em minhas palavras. Sei que não adianta gastar palavras com gente de tamanha torpeza, baixeza e imundície, mas não posso conter minha indignação. Tenho nojo de vocês! E não vou chamar de “senhor” nenhum dessa corja de cafagestes! Que vocês recebam em dobro todo o mau que têm feito a esta nação é o que lhes desejo!

  9. Windsurfista Paulista disse:

    E o povão continua votando burramente….

  10. Júlio Cardoso disse:

    Os senhores e senhoras
    parlamentares não se envergonham de receber dos cofres públicos somas tão
    vultosas para exercer um simples mandato político, enquanto:

    (1) o serviço nacional de
    educação pública é sofrível, com escolas sucateadas pelo país, sem
    infraestrutura nenhuma, onde até as necessidades fisiológicas de alunos,
    professores e empregados são feitas no mato ao lado da escola;

    (2) a saúde pública
    fornecida ao cidadão mais necessitado não é do padrão Fifa, mas da
    qualidade de país de Terceiro Mundo, onde os despossuídos são tratados sem
    dignidade humana, morrem antes de serem atendidos ou são tratados com desprezo
    nas portas, nos corredores e até no banheiro de hospital público, como mostrou
    recentemente o Brasil Urgente da Band: uma idosa de mais de 70 anos numa maca
    dentro do banheiro. Bem, como esses indigentes não são a mãe, pai, filho,
    filha, esposo, esposa etc. de nenhum dos “ilustres” políticos, pouco
    importância tem (não é mesmo?) o melancólico quadro dos miseráveis
    brasileiros a essa pródiga classe política, que mama descaradamente nas
    tetas do Erário. Com efeito, ser político no Brasil é um grande negócio, tantas
    são as vantagens recebidas;

    (3) falta verba suficiente
    para aparelhar as nossas polícias visando proteger a liberdade da sociedade de ir,
    vir, estudar, trabalhar, passear e conviver com a sua família em casa sem ser
    molestado pela bandidagem solta.

    Por isso, se questiona a existência
    do perdulário Congresso Nacional, inchado e inoperante, cujo regime bicameral
    deveria ser repensado diante de tanto gasto desnecessário. É muito parlamentar para
    pouca produção, cujo dinheiro deveria ser mais bem empregado nas necessidades
    sociais.

    Países como Finlândia,
    Dinamarca, Suécia etc., que são exemplos de respeito com os gastos públicos,
    deveriam servir de modelos. Mas é querer demais para um país de políticos
    oportunistas, que só querem tirar vantagem da coisa pública.

  11. Welington Miranda França disse:

    ABERRAÇÃO 1: Em relação ao valor referente ao salário dos deputados, um trabalhador que recebe 1 salário mínimo/mês teria que trabalhar 16 ANOS, sem parar, para receber o que um deputado rebe em APENAS 1 mês. No caso dos Senadores, o trabalhador teria que trabalhar 17 ANOS, sem parar, para receber o que o senador recebe em APENAS 1 mês.

    ABERRAÇÃO 2: Um deputado e um senador achar que não recebe o suficiente e, portanto, decide Furtar dinheiro público, ou participar de “esquemas” de corrupção, ou furtar oportunidade de cidadania alheia, etc….. E o pior, justificando que não ganha o suficiente.

    Parece SURREALISMO…..se não for “SINISTRO”…….se não for “UNDERGROUND”……se não for covardia.

    É, gente, a cultura da consumismo materialista, da ostentação, do individualismo, etc….cria essas “aberrações”…….cria esses monstros travestidos de agentes públicos, os quais acham que, com 160 mil por mês, não dá pra viver.

    E, por enquanto, espiritualidade nenhuma no circo da civilização do consumismo materialista, ou do materialismo consumista, pois, espiritualidade não gera consumo desenfreado, não “aquece a economia”, não gera individualismo, não gera luxúria, não gera vaidade, não gera ostentação, ou seja:uma sociedade sustentada em por valores existenciais menos materialistas, ou mais espiritualistas, é tudo o que o MODELO ECONÔMICO BRASILEIRO E MUNDIAL, atual, não quer, e nunca quis…….

    Só um meteoro mesmo para mudar tudo……..não tem saída…….ou, se não for por meio de um meteoro, quem sabe, esperar mais uns 500 anos para a humanidade “nó cega” e corrupta, isenta de valores na órbita do conceito amplo do Amor Infinito, “EVOLUIR” moralmente…..parece que a humanidade só vai evoluir “apanhando”, na “lapada”, na “porrada”, ao insistir em continuar fazendo tudo errado….

  12. joao disse:

    enquanto um aposentado trabalhou toda a sua vida para ganhar r$724,00, esse é o Brasil em que moramos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via