Congresso em Foco

As experiências do SWSM foram repassadas pela

Inovação e relações humanas são discutidas em evento promovido pelo Congresso em Foco

21.04.2018 07:50 0
Atualizado em 25.08.2018 09:57

Reportagem

Por sua vez, Patrícia apontou para os desafios e aprendizados na área da comunicação e resumiu sua experiência em oito principais aprendizados. “É necessário partir do contexto de que a crise é o contexto atual de qualquer planejamento, uma vez que a verdade está sendo frequentemente questionada no cenário de fake News em que vivemos”, ressaltou. O presente, afirmou Patrícia, nunca foi tão temporário, o que dificulta o planejamento.

“Nunca na história da humanidade, o presente foi tão temporário. A gente não consegue prever o segundo seguinte. É muito difícil fazer um planejamento sobre qualquer coisa se o presente é ultratemporário. Nó vamos precisar nos vale ainda mais de análise e de contexto, de curadoria de conteúdo mesmo para gente conseguir fazer qualquer planejamento”, destacou.

Ela também destacou que a comunicação vive a era do “story living”, e que é necessário fazer o interlocutor não apenas compreender, mas viver a história contada. O propósito, a transparência, a consistência e a empatia também são os pontos principais da comunicação nos tempos atuais.

Patrícia encerrou alertando que o atual desafio da comunicação é criar conexões verdadeiras, apesar de todo o avanço da tecnologia. “Vamos precisar voltar para conversas, para o olho no olho. […] A gente tem que se reinventar nos relacionamentos humanos. O South by é conhecido como o principal festival de economia criativa do mundo. Ele sempre traz muitas tecnologias, inovação. Mas esse ano o principal recado é que o ser humano tem que aprender a se relacionar”, apontou.

<< SXSW, inteligência artificial e gente, na semana em que minha cabeça deu um nó

Para Sylvio Costa, a experiência no SWSX revela o momento tecnológico que reflete diretamente no jornalismo. “A gente chegou em um momento do jornalismo em que não basta fazer tudo aquilo que a gente já estava fazendo. Antigamente o jornalista era aquele cara que fazia o trabalho dele. Se era repórter era só repórter. Se era redator, era só redator. Cinegrafista era só cinegrafista. Hoje ele é todas essas coisas e também tem blog, tem mídias sociais, tem que analisar dados”, ressaltou.

Em março deste ano, o festival voltou a produzir números hiperbólicos. Foram mais de 75 mil participantes, vindos de seis dezenas de países, que exploraram mais de 5 mil atividades interativas – fora a programação paralela de cinema, música e games.

Os temas debatidos vão além da imaginação de qualquer um: de viagens extraplanetárias a block chain, de democracia a mídias sociais, de robótica à realidade virtual, de publicidade a cidades inteligentes.

 

<< Saiba mais sobre o South by Southwest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via