Congresso em Foco

Eduardo e Jair Bolsonaro. Pozzebom / Agência Brasil[/fotografo]

Família Bolsonaro pagou R$ 65,2 milhões a parentes empregados em seus gabinetes

09.08.2019 16:46 5

Reportagem Em
Publicidade

5 respostas para “Família Bolsonaro pagou R$ 65,2 milhões a parentes empregados em seus gabinetes”

  1. Dila Costa disse:

    O clã do Bolsonaro não deve nem ter onde guardar a fortuna deles mais. O triste de tudo isso é que eles realmente só usam a política pra ganhar dinheiro. Não tem compromisso nenhum com o povo e com o país.

  2. cyril disse:

    A fama do papai Jair subiu na cabeça dos filhos. A Joice Hasselmann é a melhor mais trabalhadeira do PSL.

  3. Que patético! Somar salários de 28 anos e 4 parlamentares diferentes pra forçar uma matéria. É falta de assunto ou clickbait?

    • Rodrigo disse:

      Estranho, você se atentou aos 28 anos de 4 parlamentares, mas, esqueceu que eram tudo parentes? Estranho é você defender, afinal, votou neles usando argumento de combate ao nepotismo, a corrupção e etc, e agora esta argumentando exatamente que isso é matéria para chamar atenção, garanto que quando era coisas do PT na época, nos 5 anos que só noticiava sobre o PT, não pensava deste jeito.

  4. luciano damiao disse:

    Não reclama não, faz sinal de arminha que melhora…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via