Congresso em Foco

Para presidente do Senado, mudança proposta pelo governo viola a Constituição

Alcolumbre impõe derrota a Bolsonaro e devolve demarcação de terras indígenas à Funai

25.06.2019 18:47 17

Reportagem
Publicidade

17 respostas para “Alcolumbre impõe derrota a Bolsonaro e devolve demarcação de terras indígenas à Funai”

  1. luciano damiao disse:

    A teimosia do Bozo é impressionante.

  2. Paula Gllória disse:

    Os traíras estão assanhados, mas sua hora vai chegar nas urnas, se elegeram presidentes das casa s legislativas graças ao apoio do Bolsonaro e agora vem dar uma de importante. “Esse congresso é uma praga e é por isto que cai cada vez mais nas pesquisas. “Enquanto os cães ladram a caravana passa. Na verdade, na verdade, o que principalmente o RMaia precisa entender é que sem a popularidade do Bolsonaro esta reforma da previdência, não passaria é só ver as pesquisas, usina de crise é a arrogância do presidente da comissão e do RMaia. Agora querem manter os seus privilégios na reforma da previdência, isto é um absurdo. Fora RMaia, Centrão e pt que só sabem atrapalhar o Brasil”

  3. BI CAMPEÃO DE VERDADE!... disse:

    ABRAM UMA EXCEÇÃO E ESTEJAM AÍ NA SEGUNDA PRA TRABALHAR… DUVIDO!… https://uploads.disquscdn.com/images/6d784aa58579c1ba770f7ee343882a9ae6b3f29bf37d47dc7a0844848541f0e0.jpg

  4. adalberto casal disse:

    DORMINDO COM O INIMIGO!!!!!!!

  5. Geraldo Gomes disse:

    Depois que sugeri que desta vez seriam os índios que iriam demarcar as áreas dos ruralistas, ficaram com medo e voltaram atrás.

  6. Dyler Fairport disse:

    Mais um pilantra ao estilo Renan, parece um clone no modo de agir, com toda aquela canalhice oportunista.

  7. RômuloJ. Vieira disse:

    Depois o homem aplica o Artigo 142…e e vem a choradeira,mais 20 anos de militarismo..é isso que esse Congresso safado quer?

    • Wagner Alexandre Santos disse:

      Leia o artigo, pois segundo este, não se usa as forças armadas contra os poderes da república, poderes estes que tem também a prerrogativa de pedir a intervenção militar constitucional para manter a ordem, em situações de risco, Isso é feito, por exemplo, pelo TSE nas eleições.

  8. Wagner Alexandre Santos disse:

    Não havia alternativa. Mas parece que Bolsonaro não aprenderá a lição. A suspensão e reedição do decreto das armas mostra que não aprendeu algo que preste em três décadas de vida pública,

  9. Guilherme disse:

    Queríamos afastar o PT, mas ignorávamos que o conjunto da obra eleita era tão ruim. Não sei se na história do país existiu e se existirá tamanha aberração. Oxalá o futuro nos reserve algo mais condizente com nossas necessidades.

  10. getulio galvao disse:

    MAS UMA CORREÇÃO , FEITA PELO LEGISLATIVO FEDERAL ! PARABENIZO OS SENHORES SENADORES , POR TER FEITO AS PRERROGATIVAS DA CASA VALER…

  11. isilda disse:

    Tem conter esse desequilibrado,se não ele vai acabar com país!

    • adalberto casal disse:

      O PÁIS ESTÁ ACABADO Á ´DECADAS !!!!!!..

      • getulio galvao disse:

        VC DIZ ,QUE O PAÍS ESTÁ ACABADO A DÉCADAS ! VOSSA EXCELÊNCIA AINDA MORA NO BRASIL? OU JÁ PROCUROU UM PAÍS EUROPEU ,PARA VIVER MELHOR ? OU CONTINUA A VIVER NO PAÍS , QUE CUJO VC DIZ ESTÁ ACABADO A DÉCADAS ?

  12. Donathelo Lutz disse:

    Mais uma Derrota para a Conta do Bolsonaro, e CADE O GUEDES???

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via