Um quarto para a criança chamar de seu: os segredos do estilo montessoriano

Entenda o método montessoriano e aprenda a utilizá-lo a favor do seu filho!

Um quarto voltado e adequado especialmente para a autonomia e a liberdade das crianças. Essa é a principal característica de um quarto montessoriano, metodologia elaborada pela educadora italiana Maria Montessori, por volta de 1907.

O método visa a alguns elementos imprescindíveis na hora de compor e decorar o ambiente. Deve estimular e contribuir para a autonomia ainda no desenvolvimento da criança de forma que a mesma se sinta segura para explorar o espaço. Tudo deve estar posicionado sempre à altura dos olhos dela, para que possa reconhecer o local e aprender desde cedo sobre organização.

Veja abaixo algumas dicas para deixar seu filho confortável em um ambiente que tem muito a contribuir!

 

1. Disposição dos móveis

- Nada de berço! Isso mesmo, você não entendeu errado. O colchão no chão oferece a liberdade para que os pequenos possam deitar e levantar quando quiserem, pois não tem as limitações espaciais das grades do berço. É interessante colocar rolinhos nas laterais para evitar acidentes e isolar a superfície abaixo do colchão com um tapete EVA. Mas que tal apostar em uma estrutura diferente? Fazer uma casinha em MDF permite que cortinas e até itens de decoração sejam pendurados. As crianças acham o máximo!

- Prateleiras baixas para que os brinquedos, objetos, cestos e livros sejam dispostos à altura da criança. É indicado fazer um rodízio desses objetos para gerar interesse e deixar a monotonia de lado. Assim ficará mais fácil na hora de guardar seus próprios brinquedos.

- Espelho, espelho meu! Que tal deixá-lo em uma posição baixa e na horizontal? Assim, a criança pode se auto reconhecer. Os espelhos de acrílico tranquilizam mais os pais no quesito segurança.

- Que tal uma barra na parede como a do balé? Deve ser fixada em uma altura conforme o tamanho da criança e tem o objetivo de estimulá-la a dar seus primeiros passos em pé.

- Tapete no quarto, sim! Compre um anti-alérgico e o aspire toda semana. Serve para estimular experiências sensoriais e delimitar o espaço da brincadeira. Pense que isso evitará que seu filho espalhe os ambientes pela casa toda!

- O armário deve estar de forma que a criança possa escolher a própria roupa com facilidade. Pense nisso, te poupará um tempinho!

- Tinta magnética ou lavável para que os pequenos se sintam à vontade na hora de colocar a imaginação para funcionar!

2. Segurança

> Prefira móveis com quinas arredondadas.

> Utilize quadros em tela ou com fechamento em acrílico. Nada de vidros!

> Fixe objetos na parede com fita 3M. Nada de pregos, viu?

> Não utilize móveis que possam tombar e machucar a criança. Muita atenção nisso!

> Proteja as tomadas com tampa, sempre! A segurança do seu filho em primeiro lugar.

3. Decoração

a - Cabana

- Decoração muito típica para esse tipo de ambiente, a cabana pode ser feita de MDF e/ou tecido fluido. Na hora da decoração, abuse das almofadas, adesivos e até luminárias. Pode servir como um cantinho de leitura ou um espaço para brincadeira. Geralmente, é o cantinho preferido das crianças!

b - Almofadas

- Nunca é demais! Brinque com texturas, cores e desenhos. A criança precisa estar em contato com itens que desenvolvam bem seu lado sensorial. Você logo verá em qual ela irá se apegar mais!

c - Mesinha com cadeira

- É ótimo para seu filho desenhar e fazer seus primeiros desenhos! Lembre-se de deixar um espaço reservado para isso com lápis dispostos à mão.

d - Adesivos ou Desenhos

- Vale no teto e nas paredes. É impossível seu filho não gostar de um quartinho lúdico. Vale desenho de bichos, natureza, nuvens, etc.

e - Caixas organizadoras

- São indispensáveis para deixar o espaço clean e sem entulho de brinquedos. Lembre-se que um espaço muito cheio atrapalha na hora do sono da criança, deixando-a agitada!

Veja também:

Como escolher um(a) arquiteto(a)

Cinco dicas para criar um ambiente masculino em casa

 

Quarto Montessoriano
Entenda o método e aprenda a utilizá-lo a favor do seu filho!
Um quarto voltado e adequado especialmente para a autonomia e a
liberdade das crianças. Essa é a principal característica de um quarto
montessoriano, metodologia elaborada pela educadora italiana Maria Montessori,
por volta de 1907.
O método visa alguns elementos imprescindíveis na hora de compor e
decorar o ambiente. Deve estimular e contribuir para a autonomia ainda no
desenvolvimento da criança de forma que a mesma se sinta segura para explorar
o espaço. Tudo deve estar posicionado sempre à altura dos olhos da criança, para
que a mesma possa reconhecer o local e aprender desde cedo sobre organização!
Veja abaixo algumas dicas para deixar seu filho confortável em um ambiente que
tem muito a contribuir!
1. Disposição dos móveis
 Nada de berço! Isso mesmo, você não entendeu errado. O colchão no
chão oferece a liberdade para que os pequenos possam deitar e
levantar quando quiserem, pois não temos as limitações espaciais das
grades do berço. É interessante colocar rolinhos nas laterais para
evitarmos acidentes e isolar a superfície abaixo do colchão com um
tapete EVA. Mas que tal apostar em uma estrutura diferente? Fazer
uma casinha em MDF permite que cortinas e até itens de decoração
sejam pendurados. As crianças acham um máximo! ;
 Prateleiras baixas para que os brinquedos, objetos, cestos e livros
sejam dispostos à altura da criança. É indicado fazer um rodízio dos
mesmos para gerar interesse e deixar monotonia de lado. Assim ficará
mais fácil na hora de guardar seus próprios brinquedos.
 Espelho, espelho meu! Que tal deixa-lo em uma posição baixa e na
horizontal? Assim, a criança pode se auto reconhecer. Os espelhos de
acrílico tranquilizam mais os pais no quesito segurança.
 Que tal uma barra na parede como a do balé? Deve ser fixada em
uma altura conforme o tamanho da criança e tem o objetivo de
estimulá-la a dar seus primeiros passos em pé.
 Tapete no quarto sim! Compre um anti-alérgico e o aspire toda
semana. Serve para estimular experiências sensoriais e delimitar o
espaço da brincadeira. Pense que isso evitará que seu filho espalhe os
ambientes pela casa toda!
 O armário deve estar de forma que a criança possa escolher a própria
roupa com facilidade. Pense nisso, te poupará um tempinho!
 Tinta magnética ou lavável para que os pequenos se sintam à
vontade na hora de colocar a imaginação para funcionar!
2. Segurança
o Prefira móveis com quinas arredondadas.
o Utilize quadros em tela ou com fechamento em acrílico. Nada
de vidros!
o Fixe objetos na parede com fita 3M. Nada de pregos, viu?
o Não utilize móveis que possam tombar e machucar a criança.
Muita atenção nisso!
o Proteja as tomadas com tampa, sempre! A segurança do seu
filho em primeiro lugar.
3. Decoração
a. Cabana
 Decoração muito típica para este tipo de ambiente, a cabana
pode ser feita de mdf e/ou tecido fluido. Na hora da decoração,
abuse das almofadas, adesivos e até luminárias. Pode servir
como um cantinho de leitura ou um espaço para brincadeira.
Geralmente, é o cantinho preferido das crianças!
b. Almofadas
 Nunca é demais! Brinque com texturas, cores e desenhos. A
criança precisa estar em contato com itens que desenvolvam
bem seu lado sensorial. Você logo verá em qual ela irá se
apegar mais!
c. Mesinha com cadeira
 É ótimo para seu filho desenhar e fazer seus primeiros
desenhos! Lembre-se de deixar um espaço reservado para isso
com lápis dispostos à mão.
d. Adesivos ou Desenhos
 Vale no teto e nas paredes. É impossível seu filho não gostar de
um quartinho lúdico. Vale desenho de bichos, natureza, nuvens,
etc.
e. Caixas organizadoras
 São indispensáveis para deixar o espaço clean e sem entulho
de brinquedos. Lembrem-se que um espaço muito cheio
atrapalha na hora do sono da criança, deixando-a agitada!
Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!