Pacto de reconciliação nacional

Marcelo Ramos*
Tenho acompanhado que as disputas políticas, a cada dia, alcançam grau de elevada tensão. Muitos já se apresentam como candidatos a deputado estadual, federal e até a governador. Quero fazer um chamado às pessoas. A pandemia arrefeceu, mas ainda não acabou.
Seus efeitos econômicos e sociais são gravíssimos. Nosso país já perdeu mais 520 mil brasileiros para a pandemia. Nesse Brasil real são mais de 14 milhões de homens e mulheres desempregados, 19 milhões passam fome e quase 15 milhões estão na miséria.
Pessoas que investiram todas as suas economias num negócio próprio eram os proprietários das mais 800 mil micro e pequenas empresas que fecharam. E muitos enfrentam dificuldades para pagar contas mais essenciais, como a do supermercado e a fatura de energia da sua casa.
E ainda tem gente pensando em eleições. O que mais me choca é a insensibilidade e a falta de empatia  diante do sofrimento de tantos.
Nesse Brasil de verdade, a conta não fecha com disputas políticas. Por isso, dirijo todas as minhas energias seguirão sendo utilizadas para servir ao povo do Amazonas, e ajudar a superar esse momento de muitas dificuldades.
“Mentes que buscam vingança destroem estados, enquanto aqueles buscam reconciliação constroem nações”, disse certa vez, o Prêmio Nobel da Paz, Nelson Mandela. Nenhum tipo de ódio ou disputa nos tirará dessa encruzilhada
Proponho, aqui, um pacto de reconciliação para que, juntos, somemos forças para fazer a economia voltar a respirar, garantindo vacina no braço e comida no prato de todos os amazonenses e dos brasileiros.
É isso que o nosso povo espera. É isso que o Brasil quer.
*Marcelo Ramos é deputado do PL pelo Amazonas. Vice-presidente da Câmara dos Deputados.

O texto acima expressa a visão de quem o assina, não necessariamente do Congresso em Foco. Se você quer publicar algo sobre o mesmo tema, mas com um diferente ponto de vista, envie sua sugestão de texto para redacao@congressoemfoco.com.br.

> Leia mais textos do autor.

 

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo