STF: poder moderador ou usurpador da República?

Em novo comentário em vídeo, o colunista Jorge Maranhão faz dura crítica ao presidente  do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e à própria corte. Maranhão cita cinco episódios recentes para justificar por que, na visão dele, o Judiciário virou um "poder usurpador", em vez de moderador, como alega Toffoli em entrevista à revista Veja.

"[Toffoli] precisaria ter a envergadura moral que teve o imperador Dom Pedro II durante o século 19 ou as próprias Forças Armadas durante vários episódios da República no século 20. Mas, na verdade, o atual Supremo simplesmente prega, ele ignora a cidadania. É presunçosa sua visão de se considerar poder moderador, quando na verdade tem sido poder usurpador da República", diz Maranhão. Assista ao comentário no vídeo abaixo:

> Senadores se unem a Janaina Paschoal por impeachment de Toffoli

> Outras colunas de Jorge Maranhão

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!