Rodrigo Maia, o Michel Temer II

​​Cesare Lombroso (1835-1909), considerado o pai da criminologia moderna, propôs um estudo das características fisionômicas dos criminosos, dos loucos e das prostitutas. Hoje​,​ as conclusões a que ele chegou são consideradas preconceituosas. Faço essa observação só para efetuar uma pergunta: se algum afeito ​à​ teoria de Lombroso fosse fazer um estudo da fisionomia dos golpistas, sejam parlamentares, coxinhas e batedores de panela, encontraria algum traço semelhante?

Antes de qualquer comentário desairoso, esclareço que essa observação é uma ironia.

Exerci o mandato de deputado federal por 16 anos (1999-2015). Neste período​,​ ​"​conheci​"​ e ​"​convivi​"​ com Aécio Neves, Michel Temer, Eduardo Cunha e Rodrigo Maia. Este ​"​convívio​"​ não ​ocorreu simultaneamente. ​Deu-se em legislaturas diferentes.

Coloco conhecer e conviver entre aspas porque nunca fui próximo de nenhum deles​,​ e a relação que se dava era meramente institucional.

Mesmo convivendo institucionalmente e em períodos diferentes e sem ser lombrosiano, até porque esta teoria não vale, pude constatar que há comportamento semelhante entre eles. Não listarei todas as semelhanças​,​ até porque muitas delas já me fugiram da memória, mas alguma coisa lembro e registro.

São engomadinhos e perfumados. Do povo​,​ não gostavam​ – não gostam nem do cheiro. Engomadinhos de ​​fatiota e gravata, Aécio, Cunha e Temer, sempre andaram com um séquito de puxa​-​sacos e seguranças, no período em que presidiram a Câmara. Demonstraram também prefer​ê​ncias para os bajuladores e sempre olharam com desprezo ou arrogância aqueles que se opunham a​ seus desejos. Creio que Maia, agora na presidência​,​ não deve se comportar de maneira diferente.

Nos últimos tempos, cada um em seu respectivo lugar, senador, deputado, presidente da Câmara e vice-presidente, também t​iveram​ o mesmo comportamento: trabalhar contra a democracia e​,​ juntos​,​ construir o golpe que derrubou Dilma​ Rousseff​.

Estes golpistas, de acordo com os batedores de panelas e os definidos sob o conceito de coxinhas, falam um português correto, coisa​ que​, segundo eles​,​ não ocorria com Lula e Dilma. Além desse ponto comum, que eles listam, coloco outro: são homens brancos, preconceituosos, machistas e medíocres.

Afirmo serem medíocres e desafio os parcos leitores e leitoras que tenho a explicitar uma grande, ​ou ​melhor, uma ideia propositiva de qualquer um​ deles​. Que explicite qual a propostas deles para tirar o Brasil da encalacrada que meteram.

Todos repetem a mesma ladainha do mercado e da defesa da democracia e da ​C​onstituição, enquanto destroem a democracia e rasgam ​o texto constitucional. Em comum, também enquanto trabalhavam pelo golpe, diziam que o Brasil seria melhor no dia seguinte ​à derrubada de Dilma. De lá para cá​,​ o Brasil piorou social, econômica, politica e institucionalmente. Tudo é crise.

A nível internacional​,​ é de dar pena do Temer. Ninguém sabe quem ele é e, se sabe​m​​, o​ ignora​m​. Consequentemente​,​ o Brasil, ao contrário da era Lula/Dilma, quando era protagonista nas principais decisões quanto ao rumo e ao futuro da humanidade, ​hoje ​não é reconhecido.

Deram o golpe na Dilma e imaginavam que o vice figurativo seria um presidente representativo. Hoje​,​ é um presidente fantasma.

A ​R​ede Globo, os patos da Fiesp e outros “espertos” agora querem se livrar do (Temer) fantasma e​,​ para isso​,​ contam com Aécio, por trás dos bastidores e Maia, no palco, para dar o golpe no golpe. Maia, como no golpe anterior, trabalha com afinco, talvez até com mais vontade, pois agora ele será o ganhador. O Brasil e os brasileiros e brasileiras seremos perdedores.

Um ganhador que conduzirá o Brasil para onde Temer ​já ​est​á​ levando desde o primeiro dia, o buraco. Poderíamos já começar a pensar um título para ele, que tal Temer II, já que o primeiro é o temeroso.

O Maia, digo Temer II, tem feito o discurso ​de ​que se assumir, e, vai assumir pelo menos por um período, não mudará a equipe econômica​. Portanto ​haverá ​mais deflação, mais destruição do Estado e mais destruição dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras. Vai querer​,​ no curto tempo que lhe restará​,​ fazer a destruição de todos os direitos trabalhistas e previdenciários.

O que nos resta é lutar pela restauração da democracia. For​a,​ Temer​. F​ora​,​ Maia​. E​leições diretas e gerais​,​ já.

Leia outros artigos de Dr. Rosinha

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!