Quais são os cafés preferidos do brasiliense?

Na definição do verbete pelo mestre Houaiss, cafeteria é “local público especializado em servir cafés e por vezes outras bebidas, e eventualmente também alimentos que se podem comer rapidamente ou pratos leves”. Bem, dicionários têm que ser precisos na descrição das palavras. Já o nosso paladar, nem tanto.

No Brasil, a denominação de café em um endereço de gastronomia pode ter muitos significados. Pode ser um restaurante, um bistrô, um bar ou uma cafeteria típica, dessas que fecham no início da noite e onde se pode saborear café com bolo, com pão, com doces, fazer pequenos lanches.

Nesse segmento de cafeteria Brasília já tem sua lista de casas preferidas, que podem ter conceitos distintos, mas todas reverenciam a bebida.  A descrição no Houaiss fala de uma “bebida muito escura e aromática, de propriedades tônicas e estimulantes, preparada por infusão, decocção ou percolação dos grãos secos, torrados e moídos ou socados do cafeeiro”.

E quais são os cafés mais frequentados pelos brasilienses? A lista dos 10 melhores do Trip Advisor inclui o Fran’s Café (tem vários endereços, como o do Venâncio Shopping), a Casa Doce (CLS 112), a Casa Biscoitos Mineiros (210 Asa Norte e 106 Asa Sul), Daniel Briand Pâtissier e Chocolatier (CLN 104), Dylan Café & Bakery (Asa Sul 315), Ernesto Cafés Especiais (CLS 115), Los Baristas Casa de Cafés (CLN 404), Objeto Encontrado (CLN 102), LÁmour du Pain (CLS 115), Clandestino Café e Música (CLN 413).

Certamente que há outras casas onde se pode saborear cafés deliciosos e também algumas novidades como o Cheirin Bão, no Pátio Brasil, franquia onde a mineiridade é um estado de espírito. Os cafés são cultivados no Sul de Minas Gerais, a uma altitude entre 1.200 e 1.450 metros.

O crescimento de casas que vendem cafés especiais tem sido constante em várias capitais e reflete o aprimoramento do paladar do brasileiro. Cafés gourmets, sabores especiais, torrefação, tipos de grãos e os diversos métodos de preparo despertam cada vez mais interesse. Estamos nos tornando mais refinados e exigentes ao pedir o popular cafezinho.

Da mesma autora:

Chefs tentam novos formatos de restaurantes para driblar a crise

Alguém já provou refeição de bordo com sabor?

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!