O trem do Serra

É o que o Serra quer. Em campanha, perdeu o trem das 11 e pegou o das 13h. Cheio, é verdade, mas foi “convidado” a voltar às 18h, para sentir na pele o drama de quem anda encaixotado no rush paulistano. Há quem diga que, para si mesmo, respondeu ao convite cantando: “Moro lá nos Pinheiros / se eu perder este trem / que passa agora em outubro / só vou depois dos mineiros”.

Será que anda preocupado com aquela máxima de que mineiro não perde o trem? Se os tucanos endossarem Aécio para a batalha de 2014, a terra das alterosas terá os dois principais candidatos. Não por acaso, a ala paulista já se move para viabilizar o avesso do avesso do avesso. Ou não.

A propósito, Aécio declarou que Alckmin é um nome extraordinário para a disputa presidencial. Será que é “extraordinário” de formidável, sensacional, estupendo, ou será que ele quer dizer candidato em caráter extraordinário?

Enquanto isso, no STF, ministros votaram pelo desmembramento ... de ministros. O relator, coitado, sofrendo de problema no quadril, está sempre sem posição. Ora de pé, ora sentado, ora recostado ... Bem, quanto à posição abstrata dos doutos magistrados, se absolvem ou se condenam, iiiih ...! Essa ainda demora para ser firmada. Não se surpreenda se os entreveros da novela das nove forem solucionados antes. Quem é filho de quem? Na novela, não. Nos vários mensalões revelados. Qual veio primeiro? O ovo? A galinha? Ou a galinha dos ovos de ouro?

Vem muito mais por aí: mais novela, mais mensalão... e mais novela do mensalão. A seguir, penas dos próximos capítulos.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!